sexta-feira, 31 de dezembro de 2021

Mamãe




Em tua serena e merecida acolhida nos braços de Deus,
quando deitaste teu rosto suavemente em teu leito,
e fechaste teus olhos para que descansassem teu corpo e tua alma, 
deixaste teu coração despedir-se de tudo quanto prezavas e amavas aqui na terra.










Na angelical prece de amor em que disseste, suavemente, aos teus pensamentos e
desejos, que era assim, como foi, o que querias nesse dia findo, e será assim, amanhã,
como queres, o que virá.





E por teres semeado o amor, 
mais amor brotará em tua, agora, celestial vida, e mais amada serás.



- jose valdir pereira -





Nenhum comentário: