terça-feira, 31 de março de 2020





Quando a vi, dei-me ao desterro do que ainda apegava,
e soltei-me das amarras nas quais me agarrava,
de olhos fechados e os pensamentos na sua acolhida,
deixei-me ser sua posse, seu amado e a quis como meu amor, 

minha vida, minha doce amada.
(José Valdir Pereira)



"A mente humana é devassa e avassaladora, 
pior que torpedo indo em sua direção; prepare-se sempre para a batalha.
Arme-se e use a melhor munição: a sabedoria e o amor .
Se não estiver protegido pela luz do saber e na redoma do amor, 
será dizimado, impiedosamente!"
(josé valdir pereira)


Quando um homem constrói sua vida de sucesso, 
tem a admiração dos amigos e é querido e amado por sua família, 
foram sua fé e sua caminhada à luz da sabedoria dos livros sagrados, 
quem o conduziu para chegar a tanto.

Não acredito noutra forma de se ter paz, amor e alegria no coração, 
sem que tenhamos consciência disso e vivamos segundo esses preceitos.

- jose valdir pereira -





segunda-feira, 30 de março de 2020

BOM DIA
"Acredite e tenha fé no poder da mente. Pense de forma concentrada que Jesus Cristo está lhe ajudando e seus sonhos, seus desejos, suas vontades serão realizados.
Se tudo que você estiver pensando em conseguir, se for para o bem, vai conseguir realizar. Não precisamos desejar o mal para ninguém.
As pessoas más costumam cultivar o mal e são vítimas das suas maldades."
(josé valdir pereira)


domingo, 29 de março de 2020




BOM DIA,
"Não deixes se apegar por quem pouco tem para te oferecer e tanto, tanto a te pedir! 
Serás serva, não um amor; e terás um senhor, não um amor!

Não esqueces que o amor é simples e sua chegada imperceptível; 

somos dados á valorizar o impossível, ao magnânimo, ao enigmático e, por isso, 
sopramos para bem distante o verdadeiro amor, também amigo!


Raramente percebemos a presença do verdadeiro amor, 
porque ele não faz alarde, é calmo e paciente! 

Ao contrário, o amor falso, disfarça, sabe ser atraente, sedutor e fugas. 
Cobiça, atrai, ilude e, depois que suga, se afasta deixando marcas que não se esquece jamais!"

(josé valdir pereira)



sábado, 28 de março de 2020




SÓ QUANDO O VENTO DEIXAR
Só quando o vento deixar,
embora o coração implore,
que me jogue mundo à fora a te procurar...
É que me levarei ao teu encalço,
despedida do que não couber em nós,
do amor livre e sem concessões,
para além da vida.

Só quando, no tempo certo,
daquele que não permite volta,
sairei ao teu encalço, leve e com a alma incontida,
para ficar agasalhado no teu corpo,
sem medo de ficar.
Guarde-me, enquanto isso,
em cada beijo que desejar,
no meu abraço que sentir,
na riqueza daquele olhar,
na lembrança do prazer que já lhe dei,
na saudade que nem o tempo pode debelar.

Embora, só quando o tempo quiser,
sei que não vai demorar,
porque o amor, quando leve, puro,
e divino, nada o obsta,
no-lo temos quando a hora chega.
- jose valdir pereira -



"Toquei teu corpo com meus pensamentos, 
que me trouxeram teu amor pelo vento; 
disse-lhe que voltasse e que a ti trouxesse,
 porque quero ter-te comigo para sempre!"

(josé valdir pereira)

"A expressão divina do amor na sua plenitude, 
na dança do enamorado, 
para, no afago do vento, carinhosamente, 
sua amada flor beijar..."

(josé valdir pereira)

"Já que não me ouves, 
vou me queixar um pouco ao mar, ao tempo, 
tempo que passa e a vida a nos levar para alto mar, 
sem vela e sem vento, sem saber em que porto aportar."

(josé valdir pereira)

"A saudade quando quer, 
chega intrépida e atrevida; 
pega a gente desavisado, meche com o coração, 
arrebenta tudo por dentro e nos arremessa feito folha ao vento, 
nos braços dos pensamentos."

(josé valdir pereira)

(pintura de Victor Karlovich Shtemberg)

quinta-feira, 26 de março de 2020




ENTÃO, TEREI A MIM PARA AMAR-TE COMO SÓ EM SONHOS TEM SIDO...

Quando eu te busquei, as tantas vezes que te procurei, não estavas e nem sinal algum encontrei, dos teus passos, da tua vida e das tuas palavras...parece que te escondias e te furtavas de mim, e eu, desconhecendo tuas saídas e teus sumiços, continuava a te procurar, para dar-te meu coração, deixar-me te apossares da minha alma, dos meus pensamentos, dos meus sonhos, enchendo-me de inesgotáveis ilusões...

mas nunca me dei por vencido, tomado por inacreditáveis esperanças e cheio de fé, acorria ao teu encontro, mesmo que apenas teu vulto e o teu corpo e olhar e amor imaginados me chegassem aos meus olhos, ao meus coração....E agora, nem sei onde estás, mas o amor, esse que me toma por inteiro, esse que é todo teu, me induz a seguir teus passos, mesmo sem havê-los, e teus chamados, mesmo sem tê-los e teus beijos que povoam minha ingênua  imaginação...em meio essa busca incansável que me lancei, deito meu corpo às margens da esperança, vasculho possibilidades e avanço de forma determinada e guarnecido nos desejos que alimentam meu corpo, meu coração e minha alma...ainda hei de abraçar teu corpo, beijar tua boca e sentir as tuas mãos passearem no meu rosto ou por onde por onde almejares...

Quando eu te busquei, as tantas vezes que já te busquei, encontrei-me cada vez mais no vazio que me cabia por completo, mesmo que não esperes que seja a última vez, porque já estive nos teus sonhos, me acolheste no teu corpo, e me fizeste permanecer nos teus pensamentos, para que não me afastasse de ti, mesmo que jamais tivesse te tocado sentido o sabor do teu sagrado amor, dos teus beijos e do teu abraço... Ilusão continuada...

Perco-me, teimosamente, abruptamente de forma contumaz, quando te busco e só me encontro quando me conformo com a tua presença dentro dos meus pensamentos, dando-me a ter emoções imagináveis e ouvindo tua voz dizendo-me, baixinho e suavemente, que me amas...

Quando a relva do jardim que cultivo esverdear outra vez, e as flores que tu gostas, se fizerem viçosas, e os passarinhos gorjearem ao redor; sim,  quando a tamareira estiver carregada e os bem-te-vis em vôos breves e curtos alegremente cantarem por esse céu azul, já uma vez tão teu e meu, sei que vais estar bem perto dos meus olhos e, para amar-te, vais me querer, para amar-te como só em sonhos, em pensamentos e na imaginação tem sido possível.

Então te terei para amar-te como só nos sonhos tem sido...

- jose valdir pereira -





"Não tem pressa, amor!

O amor perdura, tem mais candura, 
se é paciente e confiante e não se perde futilmente!

Enquanto houver tempo, haverá amor, 
mesmo que haja demoras, esperas, 
porque chegará o momento em que:
ou irei ou tu virás."

(josé valdir pereira)


quarta-feira, 25 de março de 2020




A POESIA, O POETA, A VIDA
Deus é, além de muito inteligente, muito bondoso para com suas criaturas. Veja só: para vencermos as agruras da vida, na juventude, nos deu a virilidade, a coragem, a confiança no poder da tenra idade, que pode tudo; é assim mesmo. Embora nada possamos e nada sejamos, quando jovens, cremos que somos onipotentes e oniscientes, semelhantes ao Criador.
Depois vem a velhice (essa é a palavra certa) e Deus nos deu a possibilidade de substituir os predicados da juventude por algo que só existe nessa estação existencial: a sabedoria. Mas, esta não chega a estar em todos. É privilégio de poucos, porque, nesse mundo consumista, poucos se dão conta do seu valor.
Quando eu era pequeno lia muito a Bíblia. Os Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Eclesiástico, Cântico dos Cânticos, entre outros livros, sempre foram minha leitura predileta. E eu queria ser sábio como Salomão e amável e culto como David.
Hoje, a humanidade está perdendo as virtudes e os valores que engrandecem e confirmam o amor e a amizade como os bens maiores a serem conquistados.
Apenas uma pequena parcela vive, persiste em viver, as virtudes e os valores que dão sustentação à existência do amor e da amizade. E fazem isso através da poesia.
Certa vez Kierkegaard escreveu: "o poeta é o gênio da recordação". E ele tinha razão.
Isto faz do poeta um elemento fundamental num grupo social, que tem uma valiosa missão: registrar para as gerações presentes e futuras, através de sua arte: os sentimentos, as idéias e os fatos mais relevantes de seu contexto histórico específico. Não é uma tarefa fácil. Exige, não somente a técnica, mas, para acima de tudo, uma habilidade natural, uma vocação.
O poeta louva e elogia o belo, porém da mesma forma censura e critica o inestético. (Johannes de Silentio)


Eu acredito na poesia, no poder da poesia; nessa poesia que você faz, que eu faço e que muitos amigos virtuais nossos fazem. É através dela que criamos, cultuamos e disseminamos sabedoria e mostramos um norte para o amor, para a amizade e os caminhos da reflexão à humanidade para um arrumar, um redefinir-se quanto ao horizonte a ser seguido.
E cada um de nós tem uma missão aqui na terra. E cada um de nós é um pequeno Cristo; por isso, sofremos, somos espoliados, maltratados e negados, porque a nossa palavra, o amor, é algo de pouco valor nesse mundo consumista, imediatista e de existência conturbada.
Mas a exemplo daquele beija-flor que, sozinho, tentava apagar o incêndio na floresta na qual vivia, seguimos apagando incêndios e espalhando sementes de sabedoria para que a humanidade seja capaz de ser feliz, superar, vencer suas dificuldades, seus traumas e os problemas que a afligem.

(José Valdir Pereira)







"É assaz efêmera a beleza sensual explícita!"
(josé valdir pereira)


terça-feira, 24 de março de 2020

NASCER
Tu nasces em cada desejo, se
deseja teu coração e tu fazes o teu querer, se quer teu desejo...Tu te impulsionas por teus sonhos e teus passos os seguem com sutileza, porque, com delicadeza, caminhas à procura e à espera de encontrar os desejos do teu coração.
Vem a noite, que se passa no dia, revês tudo em detalhes para que não percas a caminhada e não a tenhas em vão. Podes parar e, em cada, deslumbrar o amanhã que desponta...
Está em ti o que procuras, no teu coração o universo que te apraz, no teu olhar o mundo todo cabe, nos teus pensamentos a possibilidade do amanhecer nos braços da felicidade...
Não te does em vão e nem caminhes à toa. O tempo é tua maior riqueza e dele não deves descuidar, se não sabes lidar com a parte que te cabe e com a ternura da natureza, vais te perder nas tuas procuras e não ter razão para viver...
Sente em ti o que queres sentir em outrem, a quem entregas tua existência, pra depois fazer-te amado e amar com o fogo que te alimenta. O fogo do amor, que te mantém vivo e onipotente.
Nascer, em cada dia e sempre que despertar, sem do ontem em nada se apegar, sem deixar o amanhã esconder a luz que tens no teu olhar de hoje, aquilo que está ao alcance das tuas mãos e as bênçãos que tens do teu Criador, é como deves proceder...
Em cada nascer o renascer de um mundo novo, um ser novo, uma nova vida!
- jose valdir pereira -


MINHA DECLARAÇÃO DE AMOR AO MEU AMOR DISTANTE
Minha declaração de amor ao meu amor distante.
meu desejo de amar, amar meu amor distante...
meus versos de amar meu amor distante...
minha ternura à meiguice do meu amor tenro e lânguido...
Acolhe-me nos teus lençóis e não deixa que eu durma...
Faz, desta vez, a primeira e não a última...
larga tua alma pura, desterra teu coração de anjo e peca meu pecado na tua candura.
Vem amor, comecemos a nossa ventura,
seguindo sem rumo, sem importar os queixumes de quem nunca entendeu o nosso amor...
vem amor, segue comigo caminho afora,
sem receios e sem horas, pra chegar, pra terminar...
Vem amor; meu amor!
(josé valdir pereira)
MEU AMOR,
Eu me reescrevi para ti.
Vejo-te melhor na tua intimidade,
converso com o teu coração,
leio teus lábios,
refaço-me dentro de ti
todas as vezes que me entrego aos teus benditos lampejos de amor.
Sou teu frenesi, minha completa razão de ser.
Meu amor,
Sou grande quando caibo na tua pequenez,
na tua volúpia noturna, matinal, vespertina,
nos teus "sussurros" de amor!"
(josé valdir pereira)



Pino Daeni “Desire”

"E todo o amor que brilhar em meu rosto refletirá a certeza do teu amor por mim.
E toda a felicidade do meu coração, traduzirá a certeza de que estarás me fazendo bem.
Não seguirei outros caminhos, se me dizes que caminho seguir."
(josé valdir pereira)



"Deixa a timidez suscitar o fascínio do teu lado oculto; 
é onde encontro o que tens de mais belo!"
(josé valdir pereira)

"Ainda que bela, ao te tornares explícita demais, 

em pouco tempo tua beleza apagar-se-á!"
(josé valdir pereira)




SOBRE OS AMIGOS, A AMIZADE E O AMOR.
"Se você existisse mesmo, e fosse livre como o vento, eu iria buscar você pra mim!
Mas, chega um tempo em nossas vidas, que tudo é ilusão, ainda mais quando se começa a ver só com o coração!"
"Não temos motivos para que a tristeza, quando aparece, perdure, se temos amigos.
Você já notou que, de repente, não raro, é um amigo quem aparece?
Não é preciso que existam amantes para o amor sobreviver.
É preciso que tenhamos amigos e amantes amigas...
É preciso que sejamos amantes de nós próprios. Senão, não vamos saber amar!
A mão amiga, um coração gentil, um jeito especial de ser, de amar, faz a diferença.
A amizade tem mais valia. É capaz de gerar grandes amores.
O amor com amizade fortalece o amor à vida!
A eternidade do amor está na paz e na confiança que ele inspira!
Ninguém será um grande amor se não souber cultuar uma grande amizade!

(José Valdir Pereira)


domingo, 22 de março de 2020

E NADA MAIS A QUERER...
De onde vem o sabor do amor que ela irradia com a luz que sai dos olhos que me olha?
Intensa menina e meigo coração de mulher, que me instiga aos seus intentos de amor...
lá, ainda bem de longe, tem o poder de penetrar no meu corpo e me deixar à mercê do seu olhar...
E não é só seu corpo a desprover-me de mim.
Tem no jeito de ser, a persuasão que fulgura nos olhos a me induzirem seu caminho seguir.
Já bem convencido e admoestado pelos gestos incontidos da sua maneira de ser,
toma-me, a menina, corpo inteiro e, rasgando minha alma em pecados,
doa-me ao seu inenarrável e indispensável prazer.
(...)
- jose valdir pereira -

The Dreamer by Louis Marie de Schryver (French, 1862–1942)


sexta-feira, 20 de março de 2020





Quis que ela gostasse das minhas preces, desisti no primeiro dia;
quis que ela se encantasse com minha poesia, tudo em vão;
até tentei que gostasse da mesma literatura, dos mesmos filmes, das mesmas canções, mas que nada;
Do chamego que me tenta sem o qual a vida é um tormento, dei-me por vencido;
quis que visse o romantismo da noite, a beleza do luar, sem sucesso;
da dormida aconchegante, no abraço e no carinho constantes, impossível;
já ia me acostumando com o niilismo dessa imaculada,
quando apeei do meu cavalo e andei por aí.
Mais uma tentativa sem o eco tão almejado.
- jose valdir pereira -

Hope Sandoval, 1994.





"E todo o amor que brilhar em meu rosto refletirá a certeza do teu amor por mim.
E toda a felicidade do meu coração traduzirá a certeza de que estarás me fazendo bem.
Não seguirei outros caminhos se me dizes que caminho seguir.
(josé valdir pereira)







"Gosto dessa calmaria que vejo nos teus olhos... 
É quando não te deixo sair de mim... 
Tu te tornas um bem alcançável... 
Então, sinto a quietude do teu coração... 
E o sabor dos teus lábios... 
E o teu amor!"

(josé valdir pereira)

A Song of Springtime, 1913, John William Waterhouse

quinta-feira, 19 de março de 2020



MEU AMOR,

Eu me reescrevi para ti.
Vejo-te melhor na tua intimidade,
converso com o teu coração,
leio teus lábios,
refaço-me dentro de ti 
todas as vezes que me entrego aos teus benditos lampejos de amor.
Sou teu frenesi, minha completa razão de ser.

Meu amor,
Sou grande quando caibo na tua pequenez, 
na tua volúpia noturna, matinal, vespertina, 
nos teus "sussurros" de amor!"

(josé valdir pereira)



quarta-feira, 18 de março de 2020


AH, QUERIDO PAI...


Ah, querido pai!

Do jeito que és, é assim mesmo que te quero; se estás por perto, tenho certeza que há amor a me espreitar.
se falassem:
- vai, reinventa teu pai!
Eu te faria igualzinho como és.

Não, papai, também não é assim; claro que sempre soube que hoje não tens mais em tuas trêmulas mãos, firmeza nem tampouco acenos para teus amores, mas sei que és e foste carinhoso, e que tuas mãos já ofereceram flores...

Esse teu olhar, tem tanto amor, quanto àquele que me olhava, o de Jesus Cristo, ao estar de joelho aos Seus pés, quando agradecia ter-te ao meu lado, meu pai querido e amado;

Lembra daquela vez que eu dizia que seria igualzinha a ti? E que tu dizias: esse, quando crescer vai ser igual ao pai... Pois é! Estou eu aqui, pintado e esculpido... tua imagem e semelhança...Tão bom, papai!


Ah, agora, enfim, diz-me o que queres ganhar, diz! Sempre, no teu dia, ouvi a mesma ladainha: amor, meu filho, amor!

Desta vez, papai, quero te dar algo diferente - Olha aqui, papai: o melhor presente que um filho pode dar ao seu pai é a gratidão; por tudo que sofreste e choraste; por tudo que deixaste de ter, porque era por nós que sofrias, lutavas na esperança de oferecer à família uma vida de qualidade.

Hoje, te vejo decrépito, cansado, cabelos brancos, os sentidos enfraquecidos pelo tempo e pelos sofrimentos, a voz baixa e suave, a depender dos teus, que, ainda bem, dão amor e afeto nessa tua velhice inevitável...

Obrigado, papai!

Beijo-te, com muito carinho e amor!

(josé valdir pereira)




quinta-feira, 12 de março de 2020




Da despedida intempestiva...
"...Então, despediu-se de mim, voz trêmula e sem olhar nos meus olhos, porque não queria que eu visse sua alma, nem soubesse da mensagem do seu coração.
Também, não se importou com o desterro que eu havia sofrido a partir daquele instante. Quase não soltamos as mãos, mas aconteceu.
Sumia, vagarosamente, no horizonte, sem olhar para trás, embora uma vontade louca tentasse dominá-la por instantes.
Eu pensava de olhos fechados, querendo que se voltasse para mim, corresse em disparada, e dissesse: não, meu amor; não vou, meu amor. Não saberia viver sem ti.
E eu, a responder: sim meu amor, fica comigo, és a minha única razão da minha vida.”
(josé valdir pereira)


                                          O sono de Titania_Frederick_Howard_Michael_1896

quarta-feira, 11 de março de 2020




DO COMEÇO DO ENTENDIMENTO
Belo!
Então já tens o começo do entendimento.
Semeia e aduba o terreno.
Como?
Deixa teu coração solto e leve.
Ama, mas evita a dor.
Ama as criaturas amáveis primeiro; depois as outras.
Não te prendas a nada.
Deixa-te vazia para que o amor possa te dominar, encher teu corpo e teu coração.
É ele, o amor, que faz o prazer, a entrega, a vida virar poesia, prazer e gozo.
Quanto à poesia, eu prefiro as líricas, as sensuais, as que falam da relação entre os corpos, entre as almas, nós e a natureza, nossas relações com Deus, o poder da amizade.
Amo amar; mesmo que não haja amor para mim.
Basta-me amar.
Prefiro ser capaz de amar mais; não me importa ser muito amado. É bom, eu sei, mas, infelizmente, a realidade é outra.
Mas, é que, amando sei quando e porque sou verdadeiramente amado."
(josé valdir pereira)