Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2019
Imagem
E, DE REPENTE, SE VIU PERDIDA... ...E, de repente, se viu perdida numa densa floresta; ela, sensual e bela, já não se importava com esses valores... Agora es tava ali, ela e o silêncio da vida, ela e o som das aves, o zuído do vento que, após tocá-la, corria livremente, selva adentro, como quem visse o amor, acariciando as folhas, as flores e as águas nos leitos dos rios, para depois, já bem longe, tomar fôlego e despertar, com veemência, às ondas do mar, que, furiosas, só se acalmavam no aconchego das encostas, suas esculturas, imóveis e milenares, que se transformam aos poucos, lentamente, sob à vontade dos ventos... Olhou ela para um lado, para o outro, nada via de igual; tudo estava diferente... E aquele silêncio...Quão bom era aquele inolvidável e inusitado silêncio... De repente, foi nisso que resultou aquele silêncio, sentiu que o mais importante era sua consciência, seu coração, seu espírito... e tudo que havia aprendido a ser...nada do que fosse concreto, pal