domingo, 28 de fevereiro de 2021

Fé em Deus...

 


Tenha fé em Deus
na Sua Santa intervenção,
na Sua benignidade, no amor que tem por seus filhos,
que o venera e pede em cada oração,
que em breve seremos libertados dessa agonia,
dessa triste aflição de todos os dias.
Creio piamente que não será pelas mãos iníquas desses governantes de interesses espúrios, 
que nos livraremos desse terror que eles fazem questão de espalhar, 
mas pelas mãos de Deus, 
nossa única esperança, nesses tempos de horror e de perdição.
Deus seja louvado.
AMÉM
 
- Jose Valdir Pereira -





quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Namore Alguém que emocionalmente te ame e espiritualmente te fortaleça

 

 

Namore alguém que desperte o teu riso fácil, alguém que ame o teu jeito bagunçado e que se importe com o que você sente. Alguém que não dê as costas para a sua dor e que te acolha mesmo não entendendo os seus porquês. Namore alguém que seja teu amigo, que goste da tua risada escandalosa e que veja graça nas suas piadas sem graça.

 Namore alguém que emocionalmente te ame por inteiro, sem desculpas. Alguém que deixe os “e se” de lado e queira viver uma história ao seu lado.

 Namore alguém que emocionalmente ame o seu jeito desastrado de ser porque sabe que mesmo quebrando tantas coisas e derrubando tantas outras, você jamais quebraria o mais importante: O seu coração.

 Alguém que veja que por detrás dessa pose de durona há alguém com um coração disposto a amar, mas que talvez depois de tantos tombos preferiu recuar. Alguém que seja companhia para as tempestades e não apenas quando o sol queira brilhar.

 Namore alguém que emocionalmente te ame sem precisar de maquiagem para ganhar elogios, sem precisar de roupas novas para reparar em você, alguém que veja a tua alma bonita e que saiba que você tem um coração enorme, disposto a transbordar.

 Alguém que não dependa da tua beleza, do teu charme, dos teus encantos e da tua inteligência, para te amar. Mesmo você sendo uma avalanche de coisas lindas, causando sentimentos que o desmonte por inteiro, mesmo que você desperte um sorriso apenas com o teu jeito de olhar. Namore alguém que veja além de um corpo, uma admiração e uma atração. Namore alguém que veja e seja amor. Que olhe para aquilo que está além do que os olhos possam ver: A nossa alma bonita.

 Namore alguém que emocionalmente te ame, mas que espiritualmente te fortaleça. Alguém que te incentive a ser melhor e que saiba o significado da palavra respeito. Alguém que olhe para você e veja ali a mais bela obra da criação, que veja o teu coração entregue a Deus e que deseje se achegar ao dele, antes de conquistá-lo.

 Namore alguém que te ame da forma mais bonita, alguém que te ame em oração. Alguém que emocionalmente ame o seu sapato colorido mesmo achando que ele não combina com aquele seu vestido azul. Alguém que deseje ser cuidado e cuidar, ser abraçado e abraçar. Que desperte o teu sorriso e que saiba segurar a tua mão quando tudo estiver indo mal. Alguém que queira orar com você e por você como quem deseja ter essa história escrita por Deus. Namore alguém que emocionalmente te ame como quem tem uma grande mulher ao seu lado, mas que espiritualmente te fortaleça, como quem deseja paz, como quem sabe que o autor da criação tem arquitetado planos maravilhosos para essa criação tal singular: Você!

 Thamilly Rosendo

 

Fonte: http://www.asomadetodosafetos.com 



Um livro...

 

 
Uma vez que entramos em um livro, seu autor nos presenteia com a possibilidade de nos apoderarmos de algo que antes foi dele. Ele nos oferece seu universo interior para que cada leitor tenha a oportunidade de conhecê-lo, interpretá-lo e, principalmente, reinventá-lo. Às vezes, em um livro existem frases que nos esperam para serem convertidas em nossas: elas querem ser descobertas para que também possamos descobrir a nós mesmos. (Cristina Trilce)
 
“Um livro aberto é um cérebro que fala; fechado, um amigo que espera; esquecido, um amigo que perdoa; destruído, um coração que chora.”
-Provérbio hindu- 
 


Bom dia

   

 

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

A imagem e semelhança de Deus; a mulher!

 


Ó Deus, 

Cria em mim um coração puro, 

e renova em mim um espírito reto.

 Salmos 51:10

 

Inegavelmente para o homem, nem bem assim, mas via de regra devia ser, a mulher mais querida de sua vida é sua mamãe.

Pelo menos devia ser. No meu caso, é ela. Ela é tudo. A rainha do lar, a flor mais bonita do meu jardim, o meu melhor verso, poema, minha linda poesia.

É claro que Deus depois que terminou de criar o mundo, disse: que surja a criatura mais perfeita que vai existir no mundo. Que ela reine, mesmo sem ser rainha, que ordene, mesmo que pensem que não seja ela, que seja o equilíbrio e a fortaleza da vida e da existência de todos os habitantes da natureza. Que de sua alma, do seu corpo e do seu coração nasçam os frutos do seu amor.

Foi, a partir daí, que Deus viu que a mulher precisava de uma companhia e criou o homem. Sem muito entusiasmo, mas o criou. E até hoje o homem dá provas de que foi uma criação de Deus muito reflexiva, antes de ser parido.

Esta é minha mãe. Essa meiguice toda que vemos no seu semblante, é fruto do esplendor das mãos de Deus, asseverando-nos que Deus fez a mulher e somente ela, à sua imagem e

semelhança.

Mamãe, uma mulher guerreira, agora nos braços do Pai Eterno, no céu, desfrutando dos louros que fez por merecer quando por aqui passou, foi o que de mais sagrado se pode encontrar em uma mulher. Bela, educada, gentil, trabalhadora, sábia, artista, pacificadora, educadora, guerreira, deusa e divina.

É assim, desse jeito, que o homem devia ver a mulher. Não é preciso que a mulher tenha na mídia e nas representações femininas, nesse feminismo toda exagerado que vemos no dia a dia desses tempos modernos, ações de luta para reivindicar as posições tão ultimamente reclamadas à mulher na sociedade hodierna.

Na verdade, penso que essa é uma questão para se resolver através da educação. Ora, de quem são filhos os homens que inequivocamente, animalescamente, agridem as mulheres? De uma mulher, evidentemente. E quem está mais perto e tem sob seu domínio a educação dos homens? A mulher. Então, quem cria homens toscos, ignorantes, agressivos e desajustados, são as mulheres. Ou não?

Como professor ou, mais que isso, como educador, não vejo que a mídia, ou outro recurso qualquer, possa resolver a questão da abominável e imperdoável atitude irracional e anti-social do homem, quanto à agressividade e aos crimes que cometem contra a mulher, mais que a educação que esse mesmo homem possa ou deva receber desde tenra idade, quando estão, ainda, sob a tutela educativa das mães, que é quem pode dizer, aprioristicamente, o valor e a importância da mulher, em todos os tempos, em todos os lugares.

O problema é que algumas mulheres criam seus filhos para outros fins ou para nenhum fim, deixando-os à toa e sem timoneiro, sem guia quanto às suas relações com as mulheres, de respeito, amor, carinho e companheirismo.

Sou poeta porque Deus me deu esse dom. Mas sou o homem que sou, que ama as mulheres, que as vê como o ser mais supremo do mundo, a criatura mais importante que Deus criou, a criatura que dá beleza, fidalguia e significado à vida, à existência, por causa dos ensinamentos e dos exemplos da mamãe.

Mães. Minhas amadas e queridas mulheres. Eduquem seus filhos para serem cavalheiros, pessoas amáveis e gentis com as mulheres. Que saibam demonstrar gestos de carinho e respeito por elas, desde pequeno, a partir das mulheres de sua casa, das mulheres vizinhas, das mulheres do bairro, da sua cidade...Assim, serão homens eivados de ternura e de atitudes ternas e amáveis.

Não é preciso empoderar as mulheres para que a luta seja declarada. Isso é o que querem a Globo, as feministas, as ONGs que se alimentam desses movimentos.

Há muito tempo, a mulher vem conquistando seu espaço e não vai demorar muito, seu valor será reconhecido pelos homens. Basta que os homens, desde pequeninos, recebam das mulheres, suas mamães, a verdadeira educação, aquela que muitos nunca ouviram falar, com a qual terão condições de respeitar e amar a mulher, como sempre foi esse o desejo e o propósito de Deus.

-  jose valdir pereira - 



quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Uma flor




Uma flor  



 

Meu querido tio, Sargento Antônio Gonçalves de Oliveira



 
 Meu querido tio, Sargento Antônio Gonçalves de Oliveira
 
Nesse dia 5 de julho, meu querido tio partiu. 
Mais que um tio, eu o considerava um irmão. 
O sargento, como era conhecido no bairro em que morava, no Mirandão, no Crato-CE, foi mais uma das vítimas do Covid 19.
 
Era um homem saudável, sargento do exército, acostumado a enfrentar as intempéries da vida, mas não conseguiu vencer essa última batalha. Que Deus o tenha. 
 
Enquanto isso, embora ensaiemos alguma tristeza, deixamos ser levados pelas lembranças nas quais estamos com ele vivendo saudosos momentos de alegria. 
 
Alegres por saber que, pelo homem bom que foi e pela fé que sempre o acompanhou, está nesse momento nos braços de Deus.
 
- Jose Valdir pereira -



Mãe, cuida de ti!

 

 

 Mãe,

Tu não podes querer dar mais do que já ganhamos. Tudo bem! Sabemos que somos um oceano de carências e tu, querida mãe, a grande provedora, a infalível, a inesgotável, que sem reclamar, tudo faz pelo bem estar de teus filhos. Aliás, és especialista em renunciar por nós. Mas hoje, especialmente hoje, te pedimos: não te preocupes mais conosco. Já crescemos; somos adultos. Agora queremos cuidar de ti, dando-te um pouco de carinho, paz e amor. Se for proibido proibir, aqui está a exceção: tu estás proibida de teres privações por nós. Chega mãe! Esteja livre para seres feliz, se é que sem teus filhos tu vives melhor. Que blasfêmia dizer isso, não é querida mãe? Mas não nos dê o desgosto da desobediência. Tu sabes o quanto isso dói. Não nos dê a tristeza de ignorar o que te pedimos. Tu sabes o quanto isso faz sofrer.

Mãe,

Durma mais cedo, sem essa de ficar madrugada à dentro, roendo as unhas e te pegando com todos os santos para que cheguemos em casa, sãos e salvos;

Coma o que está à tua mão, sem essa de querer deixar isso ou aquilo, para esse ou aquele;

Mãe,

Pelo menos hoje, dizemos, carinhosamente, não é preciso que coloques na nossa bolsa aqueles polpudos trocados, à revelia do nosso querido pai;

Cá entre nós, se não queres agir assim todos os dias, ao menos hoje não te preocupes com o nosso bem estar.

Cuida-te de ti!

Se ouvires algum gemido, não te aflijas. É a voz do nosso chamego, do nosso dengo. Os filhos são assim: adoram um aconchego de mãe. Estão sempre a pedir colo.

Mãe,

Se um de nós ainda age como uma criança, esquenta não. Para ti somos eternas crianças. Liga não!

Cuida-te de ti um pouquinho também.

Se estamos sempre a te pedir, porque isto é o que de melhor sabemos fazer, liga não! Se o que queremos está bem ali, à nossa mão e te pedimos, vai não! Manda-nos que peguemos...

Mãe,

Lembras daquela música que sempre cantávamos prá ti e que, antigamente, ouvia-se muito nos rádios? Aquela...”Ela é a dona de tudo, ela é a rainha do lar. Ela vale mais para mim que o céu, que a terra, que o mar. Ela é a palavra mais linda, que um dia o poeta escreveu, ela é o tesouro que os pobres das mãos do Senhor recebeu. Mamãe, mamãe, mamãe...” Lembras?

Sim mãe,

Agora que somos pais, quando olhamos para nossos filhos, sabemos o quanto te devemos. E mais: sabemos o quanto te custamos, minuciosamente, de detalhe em detalhe...Hoje, ficamos a imaginar: ali estávamos nós: frágeis, indefesos, a mercê de tudo e de todos. Recém-nascidos. E tu, a cuidares, carinhosamente, a cuidares. A cuidares, ininterruptamente, orgulhosamente, e com muito amor, daqueles, que declaras ser, o teu maior tesouro. Sim, é assim que dizes: o meu maior tesouro é meus filhos...

Mãe,

Se estamos longe, liga não! Já sabemos nos cuidar. Também pensamos em ti. Por isso agimos seguindo os teus sagrados ensinamentos.

Sabemos que queres nos ver “bem” casados, felizes...Mas, tu sabes! Isso não depende de ti. E a coisa acontece assim: quando menos esperamos, pinta. E aí...Bem! Tu sabes! O amor tem dessas coisas... Mas, não liga não! Quantas quedas...Lembras? E estamos aqui, ó: vivinhos! Cuida-te um pouco de ti!

Enfim mãe,

Já sabemos. Nem é preciso dizer. Sabemos o que queres ganhar neste dia consagrado às mães.

Não! Claro que não queres o que costumamos te dar neste dia, todos os anos. Nada de um novo refrigerador, muito menos de um novo microondas. Não! Desta vez, querida mãe, nada de utensílio doméstico. Chega disso. Mereces muito mais. Sabemos que a ti te basta tão somente um beijo nosso. Mas, até isso, anda meio escasso entre nós, nesse nosso dia a dia estressante. Sabemos como ficas feliz quando te beijamos. Mas hoje, te daremos muito mais do que isso. É sério! Queremos declarar o nosso amor por ti. Damos-te, a partir de hoje, assim, declaradamente, todo o nosso amor, para que te sintas verdadeiramente amada por nós.

Toma mãe, o nosso amor! Aceita-o. Nós te amamos. É assim que vimos agradecer-te.

E olha:

Somos agradecidos, também, pela atenção e pelo carinho e amor que tens dado ao nosso velho pai.

Mãe,

É tão bom te vermos sorrindo! É tão bom te vermos feliz! És tão bela assim!

Sorria mãe. Continua sorrindo assim. Porque, ao vermos que tu sorris,

todos nós, os filhos teus, imaginamos que és feliz.

Beijos dos filhos teus.

 - Jose Valdir pereira -


 

 

A poesia, o poeta, a vida


 

Deus é, além de muito inteligente, muito bondoso para com suas criaturas. Veja só: para vencermos as agruras da vida, na juventude, nos deu a virilidade, a coragem, a confiança no poder da tenra idade, que pode tudo; é assim mesmo. Embora nada possamos e nada sejamos, quando jovens, cremos que somos onipotentes e oniscientes, semelhantes ao Criador.

Depois vem a velhice (essa é a palavra certa) e Deus nos deu a possibilidade de substituir os predicados da juventude por algo que só existe nessa estação existencial: a sabedoria. Mas, esta não chega a estar em todos. É privilégio de poucos, porque, nesse mundo consumista, poucos se dão conta do seu valor.

Quando eu era pequeno lia muito a Bíblia. Os Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Eclesiástico, Cântico dos Cânticos, entre outros livros, sempre foram minha leitura predileta. E eu queria ser sábio como Salomão e amável e culto como David.

Hoje, a humanidade está perdendo as virtudes e os valores que engrandecem e confirmam o amor, a amizade como o bem maior a ser conquistado.

Apenas uma pequena parcela vive, persiste em viver as virtudes e os valores que dão sustentação à existência do amor e da amizade. E fazem isso através da poesia.

Certa vez Kierkegaard escreveu: "o poeta é o gênio da recordação". E ele tinha razão.

Isto faz do poeta um elemento fundamental num grupo social, que tem uma valiosa missão: registrar para as gerações presentes e futuras, através de sua arte: os sentimentos, as idéias e os fatos mais relevantes de seu contexto histórico específico. Não é uma tarefa fácil. Exige, não somente a técnica, mas,para acima de tudo, uma habilidade natural, uma vocação.

O poeta louva e elogia o belo, porém da mesma forma censura e critica o inestético. (Johannes de Silentio)

Eu acredito na poesia, no poder da poesia; nessa poesia que você faz, que eu faço e que muitos amigos virtuais nossos fazem. É através dela que criamos, cultuamos e disseminamos sabedoria e mostramos um norte para o amor, para a amizade e os caminhos da reflexão à humanidade para um arrumar, um redefinir-se quanto ao horizonte a ser seguido.

E cada um de nós tem uma missão aqui na terra. E cada um de nós é um pequeno Cristo; por isso, sofremos, somos espoliados, maltratados e negados, porque a nossa palavra, o amor, é algo de pouco valor nesse mundo consumista, imediatista e de existência conturbada.

Mas, a exemplo daquele beija-flor, que, sozinho, tentava apagar o incêndio na floresta na qual vivia, seguimos apagando incêndios e espalhando sementes de sabedoria para que a humanidade seja capaz de ser feliz, superar, vencer suas dificuldades, seus traumas e os problemas que a afligem.

(José Valdir Pereira)      

 

 


A única maneira hoje para estar contigo

 
A única maneira para estar contigo, é ler teus poemas.
Neles, ouço tuas palavras chegando aos meus ouvidos,
tuas mãos tateando em busca dos meus seios
e teu olhar, na doce meiguice que tantas vezes o fez,
exprimindo o amor que tens no coração.
Neles, dou-me por completa e cheia de tudo que pode dar-te, os prazeres que almejas e queres, e me encontro como uma princesa no castela, tu fazendo-me à corte e eu completamente apaixonada, a dar-te minhas mãos, encontrar-me nos teus quentes e doces beijos e, de olhos fechados, me vendo ser a mulher mais feliz do mundo.
Neles, nos teus poemas, encontro-me nos teus braços, possuída e amada, tomada pelo ardor dos teus carinhos e sentindo todo a expressão do quanto me tens, nos teus murmúrios e nos teus gestos sôfregos de amor.
Neles, há doçura nas manhãs ao despertar ao teu lado, paixão e ternura em cada anoitecer, afagada pelos teus aconchegantes abraços, sentindo-me inteiramente amada, porque é o que dizem teu corpo, teu olhar, teus lábios e teu sorriso.
A única maneira, hoje, de estar contigo, é ler teus poemas.
É neles que me ponho a fechar os olhos e a entregar-me aos sonhos, onde mergulho nas tuas carícias, a sentir o prazer do amor que fazemos, do quanto sabes fazer-me feliz.
A única maneira, hoje, de estar contigo, agora, é ler teus poemas. 
É neles que tu estás em mim e eu em ti.
Onde nosso amor se realiza em toda sua completude.
- jose valdir pereira -



A vida muda e coisas acontecem num piscar de olhos



"Quem procura enxergar o amanhã como se estivesse fazendo uma semeadura para ter uma boa colheita, está asseverando um profícuo porvir e será recebido com fervorosas boas-vindas. 

Não devemos esquecer que, com o tempo, o celeiro esvazia, o amor requer ajustes, a amizade tende a arrefecer, a estrada pode ser tomada pelas ervas daninhas, a chuva pode escassear, o sol emudecer, o mar secar, o vento sumir, o verde mudar de cor e o céu anuviar, a casinha ruir e a tempestade chegar. 

Cuidemos bem do nosso amanhã, sob pena de comprometermos nossas - já tão difíceis - conquistas." 

 - jose valdir pereira -



Pensamentos do poeta

 

 

"A beleza salva, cura.
Ah, esses fantásticos pintores.
As artes aproximam o homem de Deus, porque elas dão amor ao nosso coração.
Deus é amor!"


- jose valdir pereira -

 

     
"Uma flor não deve ser colhida para ser amada, mas amada para ser colhida." 

- jose valdir pereira -




Desejo a você

 

Tente mudar um pouco o mundo ao seu redor...

Sorria, diga olá, bom dia...

Cumprimente, diga olá, sorridente!

Diga algo para afagar o coração - seja esta, a intenção!

Se encontrar uma criança, diga, sorrindo: olá, como vai? Tudo bem? Não se importe se ela pensar (estranhar) e exclamar: é um doido!          

Se aparecer uma oportunidade para uma boa ação, aproveite! É uma chance para você se sentir útil...

Não gosta de sofrer? Evite aquilo que, com certeza, lhe causa dor...
Cerque-se daquilo que lhe faz bem, das pessoas que, inegavelmente, lhe amam... Tenha flores ao seu redor...O cheiro que você gosta...Aquilo que lhe dá prazer ao ver, ao ouvir, ao sentir...Aproxime-se...

Não obstante, afaste-se,fique bem distante, longe mesmo, daquilo que lhe aborrece...senão, vai, sem saber, morrer aos pouco...de tão infeliz...

Aprenda a ser feliz com o pouco que lhe é possível...Contente-se em ser dono de si...Esta é sua maior proeza e riqueza...Poder-se dominar...estabelecer seus limites, suas possibilidades...administrar suas vontades, seus desejos e sua vida.

Às vezes, o melhor mesmo é não arredar o pé de casa...Por uns tempos...por uns dias...revirar-se por dentro, vasculhar todas as dependências do corpo e da alma, numa profunda faxina...Eis que, de repente, o novo começa a aparecer, a rotina some e vem um inesperado recomeço...

Demonstre que ama, com ações, atitudes e gestos...É preciso que seja assim...As outras formas de demonstração deste sagrado sentimento, ficaram surradas, gastas, sem valor...

Se ama alguém, se tem um amor, ame-o pra valer...Afinal, por que não assim, se a falta desse amor, se não estiver em paz com esse amor, vai sofrer?

Cuide bem de suas amizades. Um amigo é um bem precioso. É tudo de bom. Mas é bom saber identificar quem pode ser considerado "amigo". E, para tanto, é preciso saber em que consiste ser amigo. E quem é um amigo? É quem nos ama, quer nosso bem, sempre, longe ou perto, esteve, está e estará presente em nossa vida, compartilhando nossos momentos de alegria e de tristeza... Eis um amigo. Seja fiel às suas amizades. Seja fiel ao seu amor. Porque, assim, você estará sendo fiel a si. E seu coração estará em paz.

É! Tente mudar um pouco o mundo ao seu redor. Mas não esqueça. Comece tudo a partir de você.

Em cada mudança, o mundo não será mais o mesmo (principalmente para você)!

Como disse São Francisco de Assis, "Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível."

(jose valdir pereira)



 

Menina - Para Rebeca D'Anne Marie

 
(Para Rebeca – aniversário de 18 anos)

Inocência.
No olhar, a ternura;
no ser, a alma divina,
coração cândido, mãos firmes,
um caminho.
Na vida, pecado algum, toda pura.
Luzes, luzes, vida, luz, a chegar à selva, a humana, breve,
perto da linha, das fronteiras da existência - a chegar.
 
Deixar-se alheia às insinuações da vida, não deverá.
Vela, tão velada, segue sem ignorar o porvir, o amanhã a lhe bater à porta.
Vem, e tudo dela e nela e por ela a transforma. Agora, guarda a menina, aparece a moça.
 
Mas perdura a inocência, a ver o mundo com os olhos do amor. 
Mas precisa estar atenta aos alçapões espalhados pelos jeitos e gestos adversos dos comuns, 
para não ser presa fácil.
 
É que há outros palcos, outros cenários, enredos e avenidas diferentes;
personagens e protagonistas adversos. A luta não é só céu. É a vida.
 
Nem só lhes oferecerão pétalas de rosas para seus pés angelicais, nem só
o perfume das deusas, o manjar imperial.
 
Ela, uma pintura humana - um sopro de Deus - uma flor do Éden -
a majestade, a menina, a moça, a mulher - a filha - do bem - do amor,
precisa, agora, do seu próprio "ser" para vir a ser o que tanto deseja, almeja, vislumbra, sonha.

jose valdir pereira 




Se hoje fosse seu último dia aqui na terra

 

 

E, então, se hoje fosse seu último dia de vida aqui na terra, como viveria essas últimas horas?
Será que o tempo seria suficiente para que você pudesse realizar todos os seus desejos?
Perdoar àqueles que não lhe pouparam escárnio, sorrir para quem quis um sorriso seu, abraçar àqueles que lhe deram a entender que gostariam de um abraços?

Distribuiria flores? Daria presentes? Seria mais agradecido a Deus e à toda gente que está no seu coração, e não só?


O que não poderia deixar de fazer, de forma alguma?


Diria, enfim, que ama a quem sempre amou e nunca demonstrou, entoaria preces de amor e de louvor ao Criador, cheias de gestos de gratidão pela vida até então desfrutada e, sem lamentos, diria que crê em Deus Pai, todo poderoso, criador do céu e da terra e em Jesus Cristo, Seu filho?


Faria as pazes com quem esteve sempre apartado, se redimiria das faltas porventura cometidas?
E então, se hoje fosse seu último dia de vida aqui na terra?


Teria tempo para beijar sua mãe, seu pai, sua companheira, ou seu companheiro, filhos, irmãos e a família ao seu alcance?


Que teria para os amigos de fé, esses irmãos camaradas? Um bilhetinho pra cada um, dizendo que os ama e que foram importantes em sua vida?


Amaria mais os animais, trataria melhor o verde, as águas e o ar da terra?


Veria de como se houve com a fé, com a esperança e com o amor?

Pois é. Se hoje fosse o seu último dia de vida aqui na terra, o que faria?


No meu caso, creio que igualmente a você, o tempo seria insuficiente para tudo que eu gostaria de fazer. Por isso, penso, ainda há tempo. Tempo para amar, para ter fé, para ser amado e para viver melhor, à luz dos ensinamentos dos livros sagrados e de acordo com os ensinamentos dos povos de Deus.

- jose valdir pereira –

 


terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

deu nisso...



Eu te quis muitas vezes. Ah, como eu te quis. Já foste minha maior paixão, meu maior desejo. Vivias impregnada em todos os meus pensamentos. Meu olhar se perdia no horizonte à procura de ti, tendo, nos vultos que se perdiam na lonjura do meu alcance, a impressão que eras tu.

Já imaginaste, acordar pensando em mim, sentir meus beijos, o calor do meu corpo roçando o teu, e a murmurar palavras suaves e prazerosas para que eu te fizesse, no amor que me davas, chegar ao orgasmo múltiplo?

E quanto endeusamento, quanta veneração desfrutavas do meu coração, que eram traduzidos pelos gestos, palavras e oferendas. Já foste tão minha, nos meus sonhos, nos planos e nas ideias! Já foste tão feliz comigo na minha ingênua imaginação! Eu já te quis tanto! Ah, como eu te amei!

Agora, diante do tanto que já te amei, porque não te amei por ser teu amor e por seres minha, estou a medir o desperdício daquele amor tão puro, inocente e inconsequente.

Mas, sabe, até chego a pensar que o amor naquele tempo era tão imaturo...Um amar unilateral, dá nisso. Parecia do tipo platônico. Mas eu não sabia. Contigo eu dormia, contigo eu acordava, vivia todos os momentos. Parecia tão feliz! Os sonhos sonhados, incontáveis. E até o que acontecia, em nenhum caso de amor, tanto amor poder-se-ia ter vivido ou já haver acontecido.

Sim. Eu te quis muitas vezes. Mas agora, é inacreditável! Tudo não passa de reminiscências sem valor, lembranças que me fizeram entender, que o amor a ser despertado em nós por alguém, só acontece, se sentimos que está a acontecer o mesmo sentimento no outro.

- jose valdir pereira - 


 

Da fé

 

Não te arrependerás, se tens fé em Deus.
Nada a perder, se tua fé é a luz dos teus passos e o guia do teu caminhar.
Segue os ensinamentos das escrituras sagradas e, 
mesmo que te perturbem as atribulações, sairás incólume e abençoado.
Amém



Deus é louvado por mim

 

Nos instantes iniciais de todas as manhãs,
no que há para lembrar e agradecer,
no abrir dos olhos e ver, no sentir o coração bater,
na certeza de poder viver mais um dia,
nada me ocorre de mais importante do que
renovar minha aliança de amor e de fé com Deus,
expressada na singela prece que invoco nos meus pensamentos.

Deus é louvado por mim, entrego-lhe minha alma e ofereço-Lhe, 
mais uma vez, o amor que há no meu coração e as flores que cultivo no meu jardim virtual.
Deus seja louvado. Não há mais à quem louvar.
 
- jose valdir pereira –
Jessie Willcox Smith - A Rose by Any Other Name, 1924

A vida é tua. Eu sou o semeador. Tu és a semente. O terreno é fértil. Seja e dê o melhor de ti.

 


Tornei-te semente e deixo-te em terreno fértil e sagrado para que floresças e setas tu a ti mesmo, rei do teu destino, dono da tua vida e seguidor dos teus sonhos, da tua luz.


Não me cobres, mais tarde, algo que não me diz respeito, desde o dia em que foste gerado. Não foste gerado para depender, para não ser. Tu foste gerado para ser brilhante, bem-sucedido, amado e amar, principalmente, a ti e a todas as coisas criadas pelo Criador.


Não terás o pão de cada dia na tua mesa, se não o produzires, tu mesmo, no dia a dia de tua vida, e nem terás alegria no teu coração, se não deres a ti motivos para ser feliz e agradecido.


É na aurora da vida que colhemos os melhores raios da sabedoria que reluzem do Senhor para a mente que deseja os ensinamentos dos livros sagrados. Não desperdice o tempo das manhãs e nem te apartes do esplendor da noite, onde podes confabular com os astros e com os outros habitantes do firmamento, onde os pensamentos da bondade e do amor são construídos.


Não te afastes jamais das flores, das águas e do vento que leva vida de planta em planta, polinizando, florestando a terra e plantando a esperança nos corações que amam a humanidade.


Dá a ti mesmo primeiro o que de bom darias para outrem; seja primeiro teu senhor e teu rei, impondo a ti primeiro as regras e as leis que, porventura, desejes que os outros as sigam. Experimenta em ti primeiro. Se sentires que é bom, dê-as aos teus pares.


Não te envenenes com as palavras, nem com os gestos obscenos, nem com os acenos afeitos às atribulações da alma. O que é bom, teus olhos virão, porque tu já terás, ao longo da tua caminhada, adquirido a sabedoria suficiente para separar o joio do trigo.


Nunca deixes de lembrar daqueles que te geraram. Do Deus que te criou e de toda Sua benignidade. Tu és e serás porque germinaste sob as bênçãos do Pai Celestial, sob a ternura da Virgem Maria e pela guarda dos anjos do Senhor.


Gratidão, meu filho. Ela arrefece os tombos, Fortalece o amor e nos protege do mal e da maldade dos homens que vivem no mundo das almas desgarradas da luz divina.

- jose valdir pereira –    



Fragmentos



"Do poeta escorre o sangue, a poesia, pura e tenra, porque sua seiva escarlate sai do seu corpo a partir de um coração meigo e amoroso, amigo e pueril... é presente nos braços da natureza, a mãe maior, que o alimenta e o entrega à fome dos homens, à ignorância da escassa luz, que se apossa feito fera faminta, sem alma, sem lua, sem céu e sem coração!" 

(jose valdir pereira)



"...E mesmo assim, às vezes, não nos damos conta do esplendor dessa luz, e seguimos no escuro, às trevas, sem reparar a luz que nos ama, que ilumina o caminho... aquele que nos leva ao amor...à vida!"

 (jose valdir pereira)



"Não é a ida com esse fardo pesado que me atormenta; é a volta, só e esquecido. Não, não me importa cultivar flores e cuidar para que haja frutas no pomar; Não receio não ter direito as flores e nem aos frutos... Afinal,conhecemos a história da multiplicação dos Judas e a história do crescimento da prole de Pilatos!"

(jose valdir pereira)







Amar-te, isso sim, é viver


"Somos mais felizes quando perto de quem nos ama. Amamos mais, temos mais amor, abraços, carinho e nosso coração é o tempo todo, afagado - se ficamos triste, tem quem se importe com isso e, se adoecemos, logo tudo passa... sorrimos mais, vivemos mais e vemos melhor a beleza das flores, sentimos melhor o perfume da natureza, ouvimos com todos os ouvidos do coração, a canção da amizade e do amor. É ou não é melhor, vivermos no aconchego de quem nos ama?"

(josé valdir pereira)

Nocturne with Figures    -    Joan Fuster Bonnin , 1900

Nos meus áureos anos da minha vida

Após certo tempo,
mesmo ainda quando o jardim está florido de beleza sem igual, e exalando o melhor dos perfumes, cuja essência inebria qualquer alma desolada, até a mais ferida e desguarnecida, e encanta os transeuntes que passam, até mesmo os menos atentos às belezas da criação, no tempo em que o que importa é a qualidade dos momentos, porque precisamos de bem-estar, não mais apenas de lampejos e de instantes, nos damos conta que é chegado o tempo da mais doce e pura existência, àquela que agradecem a alma, a mente, o corpo e o coração.

Então, passamos a nos sentir bem quando vivemos entre pessoas gentis e cheias de pureza na alma, com nobreza nos gestos, àquelas que sabem viver o exercício da benignidade, da beleza da elegância no trato das coisas do dia a dia.

Difícil mesmo para quem chegou a esse tempo, o tempo da paz e da tranquilidade existencial, estando no tempo de desfrutar a vida, aproveitando, ao máximo, tudo de bom que ela tem de melhor, conviver com os adversos, os diferentes, os que jamais se importaram com as boas maneiras, as regras do viver em sociedade.

Costumo dizer que os gatos e cachorros são "a cara de seus donos". mesmo assertiva para os filhos, a maioria. Porque, há aquela exceção, às vezes, em uma família de dois ou mais filhos tem sempre um que é diferente em quase tudo. diferente para melhor.

Há que pensar, alguns, que não é bem assim. Bem, Confúcio dizia que o problema do sofrimento é que sempre somos obrigados a coexistir com os comuns, ou seja, com aqueles que esforço algum faz para elevar seu espírito, tornar-se pessoa educada, capaz de usar gestos e atitudes gentis e nobres, quando a ocasião requer, ou sempre e sempre, invariavelmente.

Elegância e beleza, no ser, no fazer. É quase que impossível alguém sem educação, não aquela que tem origem nas escolas, mas aquela que vem do berço, de pais educados e preocupados com a formação integral de seus filhos, tratar o próximo com gentileza, ser altruísta, benevolente, amável e educado.

Então, após certo tempo, principalmente quando chegamos àqueles momentos aos quais queremos nos dedicar a vivê-los com alegria e bem-estar, fica impossível conseguir a paz e o amor existencial que nos propomos, se vivemos com os comuns, com aqueles que nenhum esforço fizeram para sua educação como cidadão consciente de seus deveres e contribuir com a felicidade dos outros e desfrutar do direito inalienável que tem de ser feliz.

Que não me perturbem, os comuns, quando eu estiver desfrutando dos meus áureos anos de minha vida.

De certa forma, aos poucos, estou ficando intolerável, insuportável, sem paciência, com os comuns. Ou seja, com aqueles que não sabem ser gentis, não são educados, que não tem modos, com aqueles aos quais tanto faz como tanto fez, isso ou aquilo. Nossa! Como esses me perturbam.

P.s.: não consegui acumular sabedoria para tolerar o intolerável. Sua educação, sua gentileza, sua nobreza, na alma e no coração, me conquistam e me fazem seu servo, no amor e na vida, em tempo de paz e em tempo de guerra.
- jose valdir pereira -
 


A ver o mar e a sentir a veleidade do coração

 

 

Estou vendo o dia chegar, olhando para mar, sentindo a brisa pura e virgem, que chega e toca meu rosto com seu frescor angelical...

É no lugar daquele amor que você cria para o seu coração, inventa pra existir, porque foram-se embora os amores de antanho, quando uma flor se entregava para ser amada e sua essência existencial era amar seu amado, sobre todas as coisas.
Agora, para subsistir, é melhor viver com as dádivas que vêm da natureza, a exclusiva expressão concreta da existência de Deus, único e último sopro da vida.

Por isso, entre uma linha e outra, porque não bebo, senão seria entre um copo e outro, e porque não fumo, senão seria entre um cigarro e outro, olho para o mar, vejo suas ondas vindas ao meu encontro, como se quisessem me dar um abraço, enfim, me amar.

Mas é a brisa do mar que me beija, dando-me o amor que ninguém consegue me dar.
Daqui a pouco, chega a aurora e o dia vai amanhecer, e como de costume nessas horas, ouvirei o cantar dos passarinhos e outros sons da natureza, fazendo-me crer que não estou sozinho e que o homem tem como sua principal companhia, ele próprio e Deus, presente através da Sua principal criação, a natureza e tudo que a contém e está contido.

A exemplo do que já acontecera outras vezes, uma assertiva irrefutável: só a presença do amor puro, verdadeiro e angelical, mantém a vida inviolável e salva das fortes tempestades causadas pela doidivana razão.


Não sobrevivemos em sociedade, porque não damos importância ao exercício do amor. Do amor que requer entrega, renúncia e dedicação. É que o culto à razão desencaminha a humanidade. Ainda tem dúvida?


As preces do coração mostram e nos levam ao céu, ao reino de Deus.

É bem assim.

- jose valdir pereira -




 

 

Uma confissão

  Confesso que ainda não alcancei minha maturidade ideal e nem estou perto de atingir a perfeição que, incansavelmente, vivo a perseguir.....