quarta-feira, 15 de dezembro de 2021

Nem tanto uma coisa, nem tanto a outra...

 

Nada é imutável; nem o universo no qual vivemos, nem aquilo que somos. Há tanta inconstância na vida, que o amor pode desaparecer e em seu lugar a presença do ódio, do despreza. Ou vice-versa. Que, de repente, um dia nevoento de chuva dá lugar a um belo dia ensolarado.

Em um passe de mágico, quem chorava sorri, quem triste estava, enche-se de alegria. Por isso, não devemos maldizer a vida. O melhor mesmo é administrar nossos passos, nossos desejos, nossas carências, nossa impulsividade.

Não se entristecer com as perdas e nem tanta celebração eufórica com as vitórias. Viver, é manter-se em equilíbrio, em todos os instantes da vida: na tristeza, na solidão, no amor, na amizade, na agonia e na felicidade. 

E, o que é fundamental: jamais negar que há um ser onipotente, onipresente e onisciente em nossa vida, enxergando tudo que está em movimento e cuidando de todos e de tudo. Afinal, Ele é o criador!"

(jose valdir pereira)



Nenhum comentário: