quinta-feira, 23 de dezembro de 2021

Lampejos da vida

 


 

O mesmo coração que hoje afaga, amanhã pode espinhar; é da natureza humana a versatilidade da metamorfose; a maioria, é claro, não consegue sacrificar-se em nome do amor.


Ao mais insignificante sinal de infortúnio, abandona-nos e se afasta, impiedosamente.

 

Por isso, os mutáveis, os vulneráveis, os indecisos e os inconstantes; para viver uma amizade, um grande amor, é preciso entender sobre os mais variados comportamentos que os homens empreendem nessa relação.

 

Um amigo, uma amor, é como uma pérola nas águas profundas de um oceano...é como uma estrelas no céu; demoramos a localizar aquela que se identifica conosco.

 

Não estranhe com as decepções da vida - aprendemos com elas; nosso amadurecimento ocorre com nossos erros, com nossas experiências negativas, com nossas tristezas.

 

Mas é sempre bom considerar a possibilidade de errarmos menos e aprendemos mais, dedicando mais atenção à vida que temos e que levamos, com o mundo que nos cerca e com as pessoas que vivem ao nosso redor, com os exemplos da natureza e dos outros seres vivos que habitam o planeta, os quais, inegavelmente, em certos momentos, são mais racionais.

 

(jose valdir pereira)



Nenhum comentário: