domingo, 31 de julho de 2022

 

 

DICIONÁRIO DOS DESANUVIADOS

 

Silêncio, é quando ouço sua voz;

amar, é quando você me beija;

sorrir, é quando o pôr do sol, sumindo, aparece;
feliz, é um abraço;
triste, é quando você se despede;
ontem, é um amanhã que ficou pra trás;
agora, é querer estar contigo;
(...)
demora, é quando você não vem logo me amar;
gostar, é um amanhecer juntos, eu e você, todos dias;
sonhar, é não desistir do teu amor;
coisar, é fazer amor de qualquer jeito, sem hora e sem lugar;
desistir, é para os fracos;
viver, é coisa de gente forte;
desperdiçar, é esnobar;
orar é conversar com Deus; rezar, também...
fazer amor, é amar a Deus sobre todas as coisas;
engraçado, é nenê chupando limão;
(...)
eloquente, é aquele que ladra mas não morde;
prazer, é aquilo que você sente quando goza;
adeus, é tudo...de besta;
abraçar, é um bom começo;
olhar, é quando você diz tudo - e não entendem nada;
ajudar, é ter a oportunidade de ser feliz;
comer, é um ato agressivo - algo foi destruído em nome da sua fome;
cantar, é dizer: "tristeza, por favor vá embora...";
dar graças a Deus, é quando, por um fio, ou quando impossível, você consegue;
querer, não é poder, é... outra coisa - isso mesmo que você pensou;
a flor, é o amor materializado, eivado de perfume e beleza;
chorar, é quando você reconhece que é humano;
(...)
encontrar, é desencontrar-se; desapegar-se; tornar-se d´algo ou de alguém;
(...)
vazio, é estar cheio de nada, contudo (mas, porém) todavia;
beleza...só há quando você enxerga com os olhos do coração; e sente a essência;
(...)
ler, é fazer uma refeição cheia de palavras, frases, pensamentos, reflexões;
pensar, é quando você deixa de ser nada para ser alguma coisa, enfim;
medo, é quando você está fragilizado - o espírito está a esmo;
(...)

- jose valdir pereira -



 

sábado, 30 de julho de 2022

Viva a poesia

 
 É preciso que sejamos gratos à poesia, aos poetas. Esses uns que, ao fazerem essas umas, deixam-nos compreendendo melhor o significado do que não tem significância, enxergar melhor o que não vemos a olho nu e balbuciar palavras que nos tocam o coração...

 A poesia nos dá o rumo, mas, também, nos tira o norte...Brinda-nos com o amor da (o) amada (o), mas, também, nos atira às cegas, numa ida sem volta, tendo que voltar...

A poesia, quando é poesia, deixa sempre muitos porquês soltos e entendimentos adiados. Nem a pintura, nem a poesia, nem uma, nem a outra, reflete seu criador; ou seja, não tem muito a ver com a mão e o coração do seu criador. Quando o tem, não é poesia. O poeta não faz poesia porque e quando quer. Sai naturalmente, como que, como diz Ferreira Gullar, de um susto... E, na maioria das vezes, senão em todas, aparece para movimentar o maior dos sentimentos: o amor - para através dele, gerar paz, alegria e bem estar.
 Viva a poesia!

jose valdir pereira 

 
 

sexta-feira, 29 de julho de 2022

Meu Querido, meu velho, meu amigo!

 


Em breve, celebramos o dia dos pais.
Hoje em dia, já não posso celebrar este dia como fizera alguns anos atrás. Papai já está no céu, em paz e desfrutando, mais de perto, do amor de Cristo. Agora, perto e ao lado da mamãe. Papai viveu 92 anos. mamãe, 84.


Como dizia o personagem de uma das mais criativas novelas de uma emissora de televisão, nos seus tempos áureos, quero ter um papo sério com você.


Ah, eu sei que você tem seus filhos para cuidar, seu trabalho, seu lazer, mas não abandone seus velhos;
é claro que o cachorrinho ou o gatinho de estimação deve ter um belo lugar no seu coração, casinha de peludo, comida de primeira, muito carinho e amor, mas não abandone seus velhos - não os coloque na disputa; consiga tempo para todos;


Quem disse que os idosos não gostam de curtir a vida e de estar ao lado de quem é alegre e vive de bem com a vida, se divertindo e vivendo pra valer? Então, não abandone seus velhos; dê-lhes um pouco desse viver;


Leve-os, os netinhos, para eles - embora você relute, se não quer ser mais aquela criança, aquela que para eles jamais cresceu, deixe que seus filhos sintam um pouco do amor que tanto deram, seus velhos, a você; e não os abandone.


Conversar, trocar um dedo de prosa, mesmo que jogando conversa fora, é isso que faz a diferença, para que não se sintam abandonados e excluídos; dê-lhes um pouco do seu tempo, mas não abandone seus velhos; faça-os relembrar os "velhos" tempos... Mostre aos seus filhos, pelos exemplos, que um dia você gostará de sentir o amor deles na sua velhice.


Sim, coloque para ouvirem suas músicas preferidas, fale sobre suas preferências, ouça suas belas histórias, seus romances e suas peripécias, e...pois é! Não abandone seus velhos.
Estão dando trabalho? Uma pequena surdez, um falar alto, pensando que você não está ouvindo-o, uma cara de zangado, porque você não lhe prestou atenção... reclamação por causa da comida insossa, dos remédios, do calor e da solidão? Tenha paciência e faça tudo com e por amor, mas não abandone seus velhos... Coloque-se no lugar deles.


Como é? Não tem tempo para levá-los para um passeio? Ah, sim! Vai passear com o cachorrinho ou com o gatinho... Sei! E os velhos têm vez não? Leve-os (todos) para passear. Mesmo que por pouco tempo, uma vez por semana, mas não abandone seus velhos.


Eu sei que você não é de ferro e tem mil coisas pra fazer. Mas será que quando chegar o dia da partida, não terá nenhum remorso por não ter cuidado, se dedicado um pouco mais aos seus velhos?
Um carinho, um sorriso, uma flor, a surpresa de um presente, não custa nada para quem dá, em comparação ao valor para quem recebe... Lembra da canção.


"É um bom tipo meu velho, que anda só e carregando, sua tristeza infinita de tanto seguir andando...
Eu o estudo desde longe, porque somos diferentes, ele cresceu com os tempos do respeito e dos mais crentes...Velho, meu querido velho, agora caminha lento, como perdoando o vento.Eu sou teu sangue meu velho, teu silêncio e o teu tempo."

Pois bem! Não abandone seus velhos. Aproveite bem sua juventude, sua mocidade, seu tempo de festa e de boa vida, mas não abandone seus velhos.


Já deu um bom dia hoje para seus velhos? Um alô, pelo menos? Eles se lembram de você, todos os dias, o dia todo, mas, e você, lembra deles? Não abandone seus velhos.
  Que  presente você vai dar ao seu velho pai no seu dia?


- jose valdir pereira -
 
 
 



 
 
 

quinta-feira, 28 de julho de 2022

O valor da Admiração e do respeito nos relacionamentos

 


Toda vez que, por amor, nos relacionamos com alguém, e não dá certo, perdemos um pouco de nós. E quanto mais tem relacionamentos mal sucedidos, mais perdemos. Perdemos um pouco de cada vez.  Precisamos tirar de cada relação, o máximo de aproveitamento para que tenhamos mais sucessos na vida amorosa.

É difícil, mas é imperativo levar a vida assim: cautela, prudência e convicção. Talvez o que mais nos garanta amor seguro e verdadeiro seja a admiração e o respeito que sentimos haver de alguém por nós.

A pessoa que quer bem, que ama, que quer cuidar da nossa vida e da nossa felicidade, estará sempre nos alegrando com elogios, sorrisos e abraços e respeitando nossos gostos e preferências. Geralmente não reclama e quando há algo fora do contexto, sabe dirigir-se ao outro com gentileza, elegância e cortesia, evitando magoar, ferir, humilhar.

Não tenho dúvidas que a admiração e o respeito, um pelo outro, que vem do que o outro gosta, age e faz, é a chave do sucesso do bom e duradouro relacionamento.

Não se deve cair na ilusão de que beleza e a riqueza são a chave da felicidade no amor. Quem energiza e dá sustentação ao relacionamento são a admiração e o respeito!

Não devemos nos apegar a quem não tem admiração e respeito pelo que somos, fazemos, queremos e podemos ter e ser na vida. 

- jose valdir pereira -




quarta-feira, 27 de julho de 2022

 
ILAÇÕES PREAMBULARES
 
A ternura é uma sábia conquistadora.
O pacificador é um ser feliz
Quem ama é um ser feliz.
Meiguice e gentileza desarmam.
O bondoso é um ser feliz.
O olhar é um cartão de visita.
O solidário é um ser feliz.
O poeta é um ser feliz.
A mãe que ama seus filhos é um ser feliz.
O otimista é um ser feliz.
Não faça barulho ao chegar e ao sair, para meu coração saber quem chegou e quem saiu. O amor é gentil.
O lar cheio de amor é um lugar onde a felicidade existe.
Onde houver um jardim e uma biblioteca, a vida é bela.
Fazer amor com amor, o prazer é maior e melhor e mais saudável.
As flores não querem só encantar, querem ser amadas. Este é o mesmo desejo de uma mulher.
A natureza não deve ser maltratada. Afinal, o homem dela depende.
Quem é amado é um ser feliz.
Os beija-flores e as borboletas gostam de jardins.
Felizmente, já há muitos homens que são adoráveis mães. Há muito tempo as mães já são adoráveis pais.
Ainda bem que cresce a legião dos homens que seguem os ensinamentos de Jesus.
Saboroso amanhecer com você, com seu sorriso e seu amor.
Seu olhar me alimenta de amor.
Ainda lembro aquele inesquecível pôr do sol, quando nos beijamos.
Se não te der notícias, liga não. Morro de saudade e já estou quase chegando.
Quero tudo não! Basta-me, um abraço um sorriso, um olhar amoroso e um aperto de mão.
Quando acordo e não te vejo, te beijo assim mesmo.
Ainda soa no meu coração tua voz...
Eu vivo o tempo todo pecando, por não te amar todo o tempo.
As flores que recebes, tem meu perfume, o amor do meu coração e um apaixonado abraço.
Este ano quero que sejas minha poeta e eu teu poeta.
Ainda bem que eu te encontrei. Já estava quase desistindo de tudo.
A saudade é quem me doa a ti a todo instante. E eu gosto.
Teria mais pra te dizer, mas tudo será dito, aos pouco, vivendo o amor!
O amor, quando e quanto mais vivenciado, chamegado, grudado, alimentado e bem cuidado, torna-se maior, melhor e eterno.
 
- jose valdir pereira -
 


Muita paz, muita tolerância e compreensão nessa hora

 
 
"Se não tivesse aprendido a ser pacífico e diligente, não estaria vivo!
Afastar-se do perigo, das más companhias e das más línguas - sempre!
É pelo conhecimento, pelos ensinamentos e pelos exemplos
que sabemos escolher o melhor caminho, as melhores amizades e o AMOR de um coração benigno e amoroso...
 
Mas não nascemos prontos nem acabados.
E nem estamos livres dos tombos e atropelos da vida.
Mas que sirvam de aprendizagem, de exemplos, para que a doce maturidade nos propicie paz de espírito, corpo saudável e um amável e amado coração.
 
- jose valdir pereira -



 

segunda-feira, 25 de julho de 2022

Quem ama...

 

"Quem ama sabe curtir a doçura, a nobreza e a sutileza do seu coração, mesmo sem ser correspondido.
Amar é para ser um feito, uma entrega, unilateral, sem cobranças, sem arrependimentos, sem dor, sem lágrimas.
“Caso contrário, o sentimento não é amor, mas inclinação à posse, ao uso, à propriedade.”
(josé valdir pereira)




domingo, 24 de julho de 2022

Pelo afago de tuas mãos

 


 

Deixa que teu olhar me leve ao teu coração, não me assuste com teu jeito carinhoso de me levar, disso nunca usufrui, mostre o caminho que temos que caminhar, até lá, aonde o amor nos espera, e sorria enquanto não alcançamos esse lugar.

 

Que eu me tome por belos pensamentos, ao ter tua mão em afagos nos toques com a minha, ao sentir meu coração batendo forte, feito rútila ave de arribação a querer chegar depressa no outro lado da linha, da luz, para no amor se realizar...

 

Deixa o dia passar, que a noite já vem, deita aqui no meu corpo, seja minha, reze uma oração da noite, e na prece a Deus pedir, muito amor para nós dois e muita disposição para Sua luz seguir, até que seja depois...

 

Olha que já vem chegando o sol de um novo dia, e a vida já nos encaminha para nos levar ao horizonte onde Deus está, que o vento nos remete, enquanto me levas na doçura das tuas mãos, angelical menina, na doçura de te amar.

 

- jose valdir pereira -

 


É quando mais preciso que a flor vem

 


 

Sentir Teu perfume, alegrar-me com tua beleza, deixar-me possuir-te sem possuir-te. Eis o enigma da minha felicidade, do melhor prazer do meu coração.

E da tua sublime entrega terna, dócil e sutil.

Meu incomparável e único amor: Não preciso que te dispa, que toque, com meus beijos, teu corpo; que te leve ao templo do amor, e te ame, amorosamente, carinhosamente, com gestos, palavras, múltiplos jeitos, acenos, beijos e todo o meu corpo ensandecido pelo cheiro que derramas, com sofreguidão.

Nada é platônico. Porque o poeta sente. E sente porque ama a sua amada, diferentemente.

Tu bem o sabes das quantas, das formas e do quanto já te amei, nos amamos, seguidamente, nessas noites todas e nesses dias todos, que nos entregamos ao nosso amor, ao nosso divino e apaixonante amor. Tudo tão prazeroso, inefável e gostoso, que não nos saciamos.

E seguimos a perseguir um ao outro, como que sejamos intermináveis, até mesmo insaciáveis, infindos, nessa nossa maneira de nos amarmos.

 

(josé valdir pereira)



 

quinta-feira, 21 de julho de 2022

Minha Princesa

 


 
Caio-me na tormenta da dor,
na hora em que a canção chega e as lembranças invadem meu coração...
encho-me de saudades, e teus beijos tomam conta de mim...
não há como livrar-me de um passado que foi bom...
 
E quanto mais os olhos ardem, os pensamentos correm,
a carne dói, o coração me enche de comoção,
nem as preces me bastam para a dor arrefecer a malévola tristeza que me toma,
sem piedade, quando sinto que não estás ao meu alcance,
a dar-me afagos e suntuoso prazer...
 
Em plena primavera, a terra perfumada e esverdeado e florido o chão,
está longe quem me levada às gentilezas da alma, louvar-te em meio às flores,
sentir o melhor dos aromas, e beijar-te com devoção,
alheio ao mundo lá fora, pois, qual mundo melhor que teu amado coração?
 
À mercê de desejos em vãos,
mas acolhido ainda por esperanças benditas,
olho se já vens, quando chegam os momentos mais sublimes,
que me fazem lembrar-me de ti,
eivada de nobreza, sorriso encantador e
cheia da pureza, de traços leves e sutis,
como só se vê em uma princesa,
caio na nobreza do amor,
quando te beijam meus pensamentos...
Minha princesa branca da cor da neve,
de lábios encarnados e cabelos longos,
Da voz suave e terna,
do olhar cheio de carinho,
do abraço acolhedor,
cheio de amor.
 
- Jose valdir pereira -

 

A vida muda e coisas acontecem

 


 

Santo Agostinho definia que o nosso amor por Deus é assim:

"Um conflito entre dois amores: o amor de Deus impelido até o desprezo do amor de si." ou "o amor de si impelido até o desprezo do amor de Deus".

 "Há quem duvide da existência de Deus, que vive a afirmar que não há outra vida e que o importante é viver o presente.

Esquecem que um bom presente é construído no passado e que um futuro feliz tem pilastras erguidas no presente.Ignoram os milagres, que são intervenções de Deus, que acontecem milhares de vezes, todos os dias, e os testemunhos de notáveis cientistas, teólogos, sábios e reis quanto à assertiva de que não vivemos, e nem morremos em vão, ou seja, além de estarmos aqui para sermos felizes, devemos construir uma acedência cheia de amor e de boas ações para merecermos a amada acolhida de Deus.

 jose valdir pereira 




quarta-feira, 20 de julho de 2022

Sobre a amizade

 

Será que a amizade dos três tipos de amigos tem o mesmo valor? Que você pensa sobre o assunto?
 
"Existem (não necessariamente em todas as aldeias do globo?) três tipos de amigos: os que não nos esquecem jamais, e, por isso, estão sempre em contato, quer seja por telefone, e-mail, sites de relacionamentos, visitas, encontros, cartas, presentes, lembranças...são os constantes; 

existem aqueles que nem sempre se lembram, mas, nem por isso deixam de ser amigos, porque, mesmo não se contatando frequentemente, nos amam da mesma forma. Apenas tem um jeito de amar diferente. 

E, por fim, existem aqueles que se lembram de nós de quando em vez. E esses, também, mesmo assim, continuam sendo nossos amigos, já que, de uma forma ou de outra, podem, a qualquer momento, em qualquer circunstância, chegar junto, pedir ou prestar socorro. 

Embora estejamos sempre inclinados a gostar mais dos amigos que se inserem no primeiro grupo da tipologia, não devemos seguir a premissa de que amigo é aquele que está sempre presente, porque não se mede a amizade de um amigo pelo tanto que pode nos assistir e nos brindar com sua presença. 

A amizade se mede pela fidelidade, lealdade e pelo amor fraterno existente entre os amigos. Amigo? amigo é quando você passa cem anos sem vê-lo e quando ele aparece, seu coração estremece de contentamento... e não quando ele lhe presenteia com uma caixinha de bombons, um tapinha nas costas, um copo de cerveja...!"

(jose valdir pereira)
 

Use-me e faça-me ousar

 


"Live well, laugh, love much..." (viver bem, rir, amar muito...)

Tente-me sempre; e até de forma impertinente;
leve-me à sua maneira; despoje-me de mim...tão assim: letárgico, vazio...
desnude minha alma envelhecida,
meu coração encouraçado, meu corpo desterrado pela ausência dos carinhos, desses que jamais os tive...
umedeça e adoce meus lábios secos e rachados pelo tempo,
pelo tempo, sem os tocar, o amor, no amor...
ensine-me a te amar, a importância de estar ao teu lado,
ensine-me a ser teu amor...
afaste-me desse tosco jeito de ser e ensine-me a viver à luz do teu ser, a viver bem, rir, amar.
Porque ainda não vivi!

- jose valdir pereira -

 

terça-feira, 19 de julho de 2022

O que peço para o meu amor

 


 

Que o silêncio deste momento faça em ti todo o bem de que precisa tua alma;

Que a tua calma conceda a ti a paz interior que persegues; Que chegue aos teus olhos o esplendor da criação na beleza estonteante das flores;

Que tua noite, a de hoje, seja, dentre tantas, de todas até então sentidas, a mais prazerosa das vividas até aqui;

Que depois de tudo, teu sono seja leve e sereno e que tenhas os sonhos que façam feliz teu coração;

Que o amanhecer não se rompa antes que queiras; Que despertes nos meus braços, a desfrutares do meu amor!

 

(jose valdir pereira)



domingo, 17 de julho de 2022

A espera por ti não será em vão

 
Não podia permanecer perto de ti sem tocar tuas mãos, olhar teus olhos e maravilhar-me com o desfecho do teu sorriso abrasador, mostrando o amor que tens no coração; 
não me descuido, em nenhum instante, para não deixar de dizer o quanto tenho em meus pensamentos tua breve despedida, porque te pões a olhar para trás, como quem um dia vem, com os lábios desenhando belos sorrisos de quem tem muito amor no coração;


não seria capaz de ausentar-me de ti, sem tocar tuas mãos, fitar teus olhos e deixar uma mensagem de amor e de amizade, que pudesse tocar teu amável e carinhoso coração; 


tu vás, eu sei, vás como o sol que, logo, logo, vem; como a estrela que, não tardiamente, aparece no céu, como as ondas do mar que, ao sabor da lua, não se poupam em beijar as encostas, e como o rio que, na correnteza do seu curso, não sabe seguir sem que seja para o mar. 


...e mesmo que me faltem a primavera, que vem com as flores, o outono, que vai com as folhas, o inverno, que chega com as águas, e o verão, que me faz arder na intemperança causticante do sol, nessa espera, até que chegues de onde vens para mim, eu te espero, porque sei que à espera, mesmo longa, não será em vão!
 

(jose valdir pereira)

sábado, 16 de julho de 2022

A vida é luta, garra, fé, amor, dor, alegria, superação...

 


No dia em que a vida for um mar de rosas;
no dia em que a paz tomar conta do mundo,
o amor for soberano e a felicidade imperar no coração de todos,
o homem não precisará mais de um deus para socorrê-lo,
o caos estará instituído, e a vida será uma dádiva sem graça e sem valor,
desmotivada e fútil, e não haverá mais nenhuma razão para se viver...
 
A vida é luta, garra, fé, amor, dor, alegria, superação...
 
Porque, a vida, não é pra ser monótona.
Nada tem sentido se não é conquistado...
...e às duras penas, melhor ainda...
A emoção é forte; o choro, alegre; o sabor nos lábios, indelével... E a lembrança, inenarrável...
Nada se compara à superação dos percalços encontrados nos caminhos;
Pés calçados não sabem da dor das pedras e do calor das areias dos desertos...
 
E nada encoraja mais a prosseguir, que a dor da humilhação, a falta do alimento, esse que mata a fome, do corpo e da alma...
 
Neste mundo, nada impulsiona mais um sonho que o sofrimento e a dor de não se ter e de não se ser...
Nada, onde tão poucos têm tanto, e tantos têm tão pouco!
 
A vida é luta, garra, fé, amor, dor, alegria, superação..."
 
- Jose valdir pereira -

 


segunda-feira, 11 de julho de 2022

quinta-feira, 7 de julho de 2022

Não tenha pressa

 


Não tenha pressa; ela sempre o alcança. O melhor mesmo é viver o máximo da melhor maneira possível, sem desperdiçar seu tempo com o supérfluo e com o ordinário.

 A elegância no ser e viver, cultivar o bom estilo de vida - e não é preciso ter muito para isso, apenas ser original - o fará se distanciar o máximo que for possível dela;

 ame-se muito e cerque-se de boas amizades, mas sem esquecer, ou seja, dispense o supérfluo. A escolha. Ah, a escolha! É preciso saber escolher bem as amizades; e o pouco com o qual se tornará uma pessoa feliz, agradável e solidária...aí é que a "coisa" pega...

 Muito pra quê, se isso vai requerer tempo para evitar o desperdício, a perda e os danos? O amor...Ah, o amor! Não se entregar ao primeiro beijo, na primeira dança, naquela paixão apaixonada...pode ser "fogo de palha"...

 Devagar, bem devagar, porque, se for amor, há que dizer o coração, a alma e o corpo...tudo a seu tempo, é claro...Mas não tenha pressa! Como dizem os ditados: "quem corre, cansa!"; "o apressado come cru!"; "quem espera sempre alcança!"; "Os últimos serão os primeiros!"...e por aí vai...vão...vamos!

 

Não tenha pressa; ela sempre o alcança! Curta as flores, a paisagem que os olhos lhe permitem, uma mulher bonita sorrindo, os verdes campos que inda existem, um gentil e educado cavalheiro a lhe acenar com um olhar meigo e gentil, as ondas verdes do mar ou a correnteza de um rio que passa, aqui, ali, ou acolá; o sorriso de uma criança pura, livra das mazelas da vida, ainda cheia de inocência, beleza e candura...

 Fale mais com as pessoas - cumprimentos e sorrisos - são sementes de amor e de paz que podemos espargir, gratuitamente, nesse chão ainda fértil e acolhedor, para nascer um jardim de paz e de amor...

 Lembre-se: faça seu jardim! Mas comece de dentro para fora...assim: comece por você, depois sua família, seus amigos, e, por fim, todos os irmãos em Cristo!

 Mas não esqueça...

um dia ela virá, chegará...porque é infalível. Mas aí, você já terá vivido o bastante para recebê-la em paz e serenidade.

- jose valdir pereira -