quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

Marcas da vida

 

 

MARCAS DA VIDA...

(Buritis-Rondônia, 2017, no hotel)

No município de Buritis, em Rondônia, um momento deixou-me espantado com o que pode a vida nos reservar, inesperadamente. Quando, meu Deus, imaginava viver momentos divinos e indescritíveis naquele dia.

Como não podia me apresentar à todas as crianças das escolas municipais, uma escola foi sorteada. E lá fui eu ao encontro de umas 60, 80 crianças, pensava...Quando cheguei à escola, eram mais de 500 crianças, na faixa dos 5 aos 12 anos de idade.

Não sabia o que fazer. Fui ali para falar sobre meu livro e sobre o que é e como é um poeta, um escritor, e me dei de cara com o pátio da escola lotado de crianças.

Peguei meu violão, falei algumas palavras e comecei a cantar as músicas do livro. Conversei com elas e pedi que fizessem perguntas ao poeta.

Imagine. Uma me perguntou, como eu fazia para falar com Deus. É que uma das músicas do livro diz" ...vou pedir a Papai do céu, que deixe você vir, em um aviãozinho de papel..." Não tinha a mínima ideia como responder, mas fui iluminado na hora (com uma graça divina) e respondi a contento, sem tirar a fantasia da criança e sem ameaçar sua relação com Deus.

Ao final, depois do show que fiz àqueles pequenininhos, fui levado à sala dos professores, quando, de repente, alguém entra na sala dizendo que havia uma fila enorme de crianças lá fora querendo o autógrafo do poeta. Elas queriam meu autógrafo em uma tira de papel, em um caderno, onde quer que fosse, mas queriam. E uma menina, de uns 12 anos, talvez, queria me entregar uma cartinha que ela havia escrito, cujo envelope ela o improvisara ali mesmo, com uma folha do seu caderno.

Depois daquele dia, entendi porque o mestre Ziraldo e o mestre Maurílio de Souza se dedicam tanto a esse público tão santo, angelical e divino: as crianças.

Em Porto Velho-Rondônia, agora em 2021, na Escola Santa Marcelina, KM 17 da BR 364, sentido Cuiabá, quando estive fazendo uma apresentação para as crianças da escola, com contos, palestra e distribuição de livros e de outros presentes), momentos bonitos aconteceram. Depois eu os publicarei

- jose valdir pereira -

 

 




Nenhum comentário: