sexta-feira, 28 de agosto de 2020

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

segunda-feira, 24 de agosto de 2020

Tens o perfume de um jardim




A POESIA LHE DESEJA UM BOM DIA

Você sempre foi pura e cheia de doçura. A virgindade sempre a acompanha em todos os sentidos. Uma bela mulher, cuja alma e coração tem a consagração e as bênçãos de Deus.
Tens a pureza da rosa e o perfume de um jardim.
Sou teu eterno fã!

 

quarta-feira, 19 de agosto de 2020

Poemas de amor




DA ÂNSIA DO MEU QUERER TE AMAR

Eu quero me esconder nos teus botões, na tua bromélia angelical, nas entranhas dos teus cabelos; ficar por uns tempos (pode ser uma vida toda) ou eternamente, dentro do teu corpo, mas, como direi... Ah, sim: precisamente, na parte mais íntima do teu coração, na essência do teu ser... agasalhado, cheio de afagos, todos tenros e virgens, emergidos do teu corpo, da tua boca, desses lábios que desejo, das tuas mãos... e não me atreveria, de forma alguma, não e não, despertar, se estivesses a me fazer carícias... como as que fazem as gotas de orvalho ao beijarem a natureza todas as manhãs, enquanto não chega o sol... e sem ser interrompido, porque seguem meus sonhos, dou-me à delicadeza dos gestos sutis e à meiguice do silêncio para te amar... (...)Não, não me interrompas, porque estou ainda no começo dos meus ingênuos devaneios... Leva-me à tua cama e me tens mesmo com toda essa desajeitada forma de me querer... beija-me, e percorre meu corpo, com esse teu jeito de ser... dá-me à loucura e me faz gemer... aperta-me em teus braços e me faz ser... teu amor, teu amante, teu adormecer... depois do amor, de amar, de ser... toda minha, corpo e alma coração e teu viver... dá-me tudo, teu tudo e tu...toda e me faz estremecer... de prazer...no teu corpo, nos teus beijos no teu querer... e quando saciada, me faz dormir ou dormes comigo, no teu corpo, eu, e tu, no meu, até o amanhecer.

Quero toda tua virgindade de hoje, toda pureza e todas as vontades do teu coração - menina, moça - mulher; só para mim, quero teus lábios, teu corpo e tua sedução; e se vais sair, tomada pela tua nudez que vive a me acoroçoar, cabelos ao vento e voluptuosa, lembras de mim, que estou a te esperar, na mesma sombra, no mesmo jequitibá, para te amar, no teu jeito de amar... não preciso saber de ti, quando vens, porque me dirá o vento, qual cheiro, qual perfume, que exala teu sequioso corpo... quando queres me amar... Eu quero toda tua virgindade de hoje... do teu corpo, da tua alma e do teu coração... Porque hoje eu quero te amar...

"Deixa-me tocar, apenas por um instante, tua boca... mas fecha os olhos para não sentires meu desejo incontido... dá-me teu corpo aos poucos...porque não sobreviveria se fosse de vez...seria súbita, a minha ida... vem e me faz tomar-te, parte por parte, para que seja a posse, uma eternidade... e devagar, lenta,mas plena e completa... ...e não te desfaleça com meus toques... quero te sentir desvairada... atordoada toda nos anseios que invadirem teu coração... e teu sequioso corpo trêmulo de desejos de ser possuído e possuir, amado...e amar... ...agora que já me tens, faz de mim tua presa e posse, me devora de todos os jeitos, e não deixa nenhum desejo teu, desfeito...insatisfeito.

 

- Jose Valdir pereira - 



 

segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Fundação da Academia Guajaramirense de Letras

 


FUNDAÇÃO DA ACADEMIA DE LETRAS DE GUAJARÁ MIRIM /RONDÔNIA

Foi instalada na noite de sábado, 12, a Academia Guajaramierense de Letras (AGL), tornando-se, o município, o quinto a contar com uma entidade desse nível. A cerimônia aconteceu no plenário "Clodoaldo Moura Palha", da Câmara Municipal, quando o acadêmico Paulo Cordeiro Saldanha Sobrinho foi eleito e empossado presidente da nova instituição.

O presidente da ACLER, acadêmico José Valdir Pereira, em seu pronunciamento, lembrou que "A Academia não é uma facção política, mas tem responsabilidades sociais, por exemplo, no fomento à cultura, à democracia e à defesa intransigente da língua pátria".

Em seu pronunciamento o presidente Paulo Cordeiro Saldanha lembrou figuras históricas da região de Guajará-Mirim, citando que "nascemos com o dever de sermos partícipes ativos do progresso sócio-econômico-cultural e humano, dentro da nossa realidade, sendo nosso propósito congregar o relacionamento com os demais atores sociais, difundindo a cultura e incentivando a literatura e o progresso da ciência, sempre atuando no interesse maior da nossa gente".

Falando em nome da Sociedade dos Poetas e Escritores de Guayaramerin, seu presidente, José Luiz Durán, anunciou a intenção de realizar eventos sócio-culturais com a AGL. "Somos irmãos e temos de trabalhar em prol dos interesses regionais, inclusive na defesa e difusão da nossa cultura, e a literatura é uma forma de cultura".

O vereador Mário Cesar, vice-presidente da Câmara guajaramirense, destacou ser necessário "fortalecer as instituições que defendem a cultura. Temos uma história que precisa ser rememorada, debatida, respeitada e divulgada", frisou.  Enquanto o vice-prefeito Hilter Gomes disse que "essa Academia chega num momento importante de transformações locais. Devemos entender que não há progresso social sem que a ação cultural esteja presente e sem que se preserve a história e os valores humanos".

Tomaram posse como membros da AGL: Paulo Cordeiro Saldanha Sobrinho, advogado e empresário; Aluízio da Silva, funcionário público; Dúlcio Mendes, odontólogo; Terezza Chamma, professora; Minerva Soto, jornalista, Júlio Iriarte, bacharel em Direito; Maria Cristina França, professora e Edson Almeida de Oliveira, militar e josé valdir pereira.

O jornalista João Luiz, mestre-de-cerimônia, ao final do evento, convidou os acadêmicos presentes e produtores literários a participar do 3º Encontro de Escritores de Rondônia, a se realizar em Vilhena, em novembro próximo, e da I Feira de Livros de Autores Rondonienses, a ser promovida e realizada pela ACLER, em dezembro.

À cerimônia compareceram os acadêmicos membros da ACLER José Valdir Pereira (presidente) e os membros: Abnael Machado de Lima, Pedro Albino de Aguiar, Yedda Pinheiro Borzacov, Cesar Romero Albuquerque, Claúdio Feitosa, Matias Mendes e Lúcio Albuquerque, além da presidente da Academia de Letras de Cacoal, Maria Lindomar dos Santos e representantes da sociedade guajaramirense, dentre os quais o ex-prefeito Ruy Almeida.


Maria Lindomar Santos (presidente da Academia de Letras de Cacoal), Hilter Gomes, vice-prefeito de G.Mirim, José Valdir Pereira (presidente da ACLER), Paulo Saldana (presidente da AGL), vereador Mário Cesar e professor Abnael Machado de Lima (membro da ACLER)


Professora Maria Lindomar - Academia de Letras de Cacoal
Professora Cristina França - AGL - Academia Guajaramirense de Letras -


Professora e Presidente da ACLEC, Professora e escritora Maria Lindomar e o Presidente da Academia de Letras de Rondônia - escritor e poeta José Valdir Pereira


Presidente da ACLER - José Valdir Pereira
Presidente da ACLEC - Maria Lindomar
Presidente da AGL - Paulo Saldanha
Secretário da ACLER - Pedro Albino

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Amor azul, azul da cor do céu, azul da cor do mar...

Ela não precisou ficar nua,

nem seminua pra chamar minha atenção,
bastou vestir azul, deixar os lábios da cor natural,
e os cabelos longos pro vento embalar...
Um sorriso discreto, só isso,
um pouco de elegância, pode ser,
mas evite mostrar a carne,
nem a de baixo nem a de cima,
não é isso que eu quero ver
isso fica pra depois, é bom você saber...
quero ver seu coração, a cor da sua alma,
e a beleza do seu olhar, seu jeito amável de ser,
a cor que posso imaginar que tem o seu amor,
se é azul, azul da cor do céu anil,
ou da cor das águas brandas do mar.

- jose valdir pereira -


Foto: Fortaleza-CE


quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Da beleza de um jarro

 

Tipos de amigos


"Existem (não necessariamente) três tipos de amigos: 

os que não nos esquecem jamais, e, por isso, estão sempre em contato, quer seja por telefone, e-mail, sites de relacionamentos, visitas, encontras, cartas, presentes, lembranças...são os constantes; 

existem aqueles que nem sempre se lembram de nós, mas, nem por isso deixam de ser amigos, porque, mesmo não se contatando frequentemente, nos amam da mesma forma. Apenas tem um jeito de amar diferente. 

E, por fim, existem aqueles que se lembram de nós de quando em vez. Mesmo assim, continuam sendo nossos amigos, já que, de uma forma ou de outra, podem, a qualquer momento, em qualquer circunstância, chegar junto, pedir ou prestar socorro. 

Embora estejamos sempre inclinados a gostar mais dos amigos que se inserem na primeira relação, não devemos seguir a premissa de que amigo é aquele que está sempre presente, porque não se mede a amizade pelo tanto que podem nos assistir e nos brindar com suas presenças, os amigos. 

A amizade se mede pela fidelidade, lealdade e pelo amor fraterno existente entre os amigos!"

(jose valdir pereira)

 

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Sobre namorar alguém

 


 

A bailarina


DA BELEZA DOS ANJOS DA DANÇA.

 

Uma convidada



Uma convidada especial





 

Encontro com os amigos

 

O esplendor da flor

 

Como é o começo do amor, na relação com alguém, com as coisas, com as criaturas de Deus.

 O amor começa sendo gentil e sensual, e na medida em que dá passos seguidos e firmes para sentir, de vez, a doçura do coração de quem o acolhe com tal gentileza e sensualidade, cai no enlevo da alma que o deseja e do corpo que o enseja e nele, por ele e para ele, vive nessa sedução, inteira e desmedida emoção...

Amar, amar de verdade, é adentrar mar adentro, para viver todas as emoções de uma mar, ora de águas calmas e dengosas, ora de águas que açoitam as encostas, por onde passa, calmo ou em fúria, e até o que estiver no mais profundo esconderijo do seu âmago existencial...

O amor é um sentimento tão imprevisível, que chega, às vezes, a se comportar de forma inexplicável!

(jose valdir pereira)...

  



segunda-feira, 10 de agosto de 2020



A melhor maneira de deixarmos bem claro que amamos alguém,
é assegurar esse gostar com todas as evidências possíveis e, o melhor: 
sermos constante nesse amor. 
É que, sobre esse gostar, não deve pairar nenhuma sombra de dúvidas."

(jose valdir pereira)




 

Não O vemos, mas...



NÃO O VEMOS, MAS...

Não O vemos, não O sentimos e não nos importamos com Sua presença em nosso coração, mas Ele está sempre ali, nos cativando, nos amando e nos abençoando.

 Se não fosse assim, já teríamos sucumbido. Somos dados aos desastres, ao soberbo, aos excessos, às facilidades, ao supérfluo, a desdenhar a vida...

 Às vezes, aprendemos cedo; às vezes, tarde; outras vezes, muito tarde...

 e algumas vezes, nem aprendemos!

 (jose valdir pereira)




 

domingo, 9 de agosto de 2020

Homenagem ao poeta pai



Oi papai! É a Rebeca, Feliz Dia dos Pais!!!!! A gente aprendeu a tocar essa música juntas especialmente pra homenagear o senhor. Compramos até figurino!! Agradeço sempre  a Deus porque o senhor é o meu pai. Te amo!! Saudades!! Bjs ❣️

Oi papai é a Raquel, eu só queria desejar um feliz dia dos pais pro senhor e que o senhor continue sendo nosso pai pra sempre! O senhor é muito saudável e tem que viver ainda por muito tempo! Eu amo muito senhor e obrigada por estar sempre do meu lado.






 

Quando caibo em ti...

 

Sou grande quando caibo em ti 


"Eu me reescrevi para ti! 

Vejo-te melhor na tua intimidade..

Converso com o teu coração.

Leio teus lábios.

Refaço-me dentro de ti todas as vezes que me entrego aos teus benditos lampejos de amor... 

Sou teu frenesi, minha toda razão de ser... 

Meu amor. 

Sou grande quando me deixas caber na tua pequenez, 

na tua volúpia noturna, matinal, vespertina... 

nos teus sussurros de amor!" 

(josé valdir pereira)



sexta-feira, 7 de agosto de 2020

Não me mostrem o lado triste da vida

 

NÃO ME MOSTREM A PARTE TRISTE DA VIDA

Não me mostrem a parte triste da vida, suas atrocidades, 
a maldade humana, o desamor, as doenças, a riqueza esmagando cada vez mais a pobreza;

não me mostrem o sangue derramado dos irmãos que, 
por essa ou aquela razão, tombaram ante o desiderato do destino, 
a ousadia de menosprezar a vida e desafiar à sorte, à morte;

não quero ver a miséria nos hospitais, nas cadeias públicas, 
notícias que a fome continua dizimando nossos irmãozinhos da África;

poupem-me das notícias falando de corrupções, 
do imperialismo desse capitalismo selvagem, ao qual, aos poucos, 
ficamos dependentes, à mercê dessa droga mortal...

falem-me do amor que une os irmãos, que alguém sente por alguém, 
do amor que encontramos nas famílias, no coração de quem faz seu ofício com dedicação, 
como o professor, o médico, o segurança...

Deem-me notícias que me façam sorrir de alegria, por saber que alguém é feliz, 
que a vida de muita gente está melhorando, 
que os filhos estão se entendendo com os pais 
e que os casais estão se separando cada vez menos...

Digam-me que tudo está dando certo, 
que há muita gente trabalhando para melhorar 
o meio de transporte do povo, o sistema de saúde, 
que ninguém vai mais sofrer enfrentando filas nos postos de saúde e nos hospitais, 
que a miséria da população brasileira, que vive na linha da pobreza, 
vai ser erradicada e que não faltará emprego para o trabalhador brasileiro...

Será que poderiam deixar de veicular essas notícias 
tristes e trazerem só notícias que vão alegrar meu coração?

Mandem as notícias tristes para as autoridades competentes resolverem. 
Afinal, foram eleitas pelo povo para esse ofício. 

Para mim, mandem flores!

(jose valdir pereira)

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Livros do poeta publicados




LIVROS DO POETA JÁ PUBLICADOS










"Tarde te amei!" - Poema de Santo Agostinho

“Tarde te amei! 

Tarde Te amei, ó Beleza tão antiga e tão nova! 
Tarde demais eu Te amei!
 Eis que estavas dentro, e eu, fora – e fora Te buscava, e me lançava, disforme e nada belo, perante a beleza de tudo e de todos que criaste. 
Estavas comigo, e eu não estava Contigo.
Seguravam-me longe de Ti as coisas que não existiriam senão em Ti. 
Chamaste, clamaste por mim e rompeste a minha surdez. 
Brilhaste, resplandeceste, e a Tua Luz afugentou minha cegueira. 
Exalaste o Teu Perfume e, respirando-o, suspirei por Ti, Te desejei. 
Eu Te provei, Te saboreei e, agora, tenho fome e sede de Ti. 
Tocaste-me e agora ardo em desejos por Tua Paz!”

Poema de Santo Agostinho

Sacred Heart of Jesus Christ 
painting from St.Thomas’ Church, Prague.

terça-feira, 4 de agosto de 2020

sábado, 1 de agosto de 2020

As flores do amor




Um feliz dia...

 
BOM DIA
 
Que seja hoje seu dia, o melhor de todos, em relação aos que já passaram,
e que seja motivo para que os outros a viver, venham a ser tão sensacionais quanto ou mais que este que vivencia hoje, na bênção e na graça de Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo, Amém.