domingo, 7 de novembro de 2021

De amar um poeta

 

 
Não, não quero só um abraço.
quero lhe amar, lhe beijar, sentir seu carinho,
 o amor que existe no seu coração e o fervor do seu corpo
 
Quero todos os dias, ser acariciado com suas palavras de amor e de carinho,
Dizendo-me, em sussurros velados, que sou o único homem da  sua vida
Um abraço é bom, mas é bom deixar o abraço para os amigos,
a quem não  podemos oferecer nada mais além  disso.
 
Não é fácil amar e ser amado por um poeta, porque um poeta é  sempre romântico e adora curtir o romantismo, o amor do coração  de uma mulher e, como se não bastasse, está  o tempo todo grudado e a pedir e a dar muito amor.
 
Eu sei que você me ama. Apenas ainda está aprendendo o jeito certo de me amar. Porque,
Amar a um poeta, não é amar qualquer homem. Um poeta, não é qualquer  homem. É um ser sensível, cuja sensibilidade só se compara à sensibilidade da mulher.
 
Ame o poeta como deve amar,
e sua vida será uma existência de plena poesia.
Deus lhe dê sabedoria para me amar e ser amada a vida toda.
 
- Jose Valdir Pereira -




Nenhum comentário: