sábado, 20 de novembro de 2021

Na Livraria Leitura, em Porto Velho-Rondônia

 

Acho que não terei esse privilégio de ver um livro meu exposto na prateleira de uma grande livraria ao lado de importantes autores como Euclides da Cunha e Guimarães Rosa, ainda mais, de suas obras mais significantes para literatura brasileira e mundial: Os Sertões e Grande Sertão: Veredas.

Chamei a moça que estava atendendo e lhe disse: Quero fazer um elogio à Livraria Leitura. Esse livro. Estava com o livro na mão. É de um escritor regional e está neste local privilegiado. Ao lado de grandes escritores brasileiros. Bem a vista. Em destaque. Eu sou escritor. Faço parte da Academia de Letras de Rondônia. Quero lhe dizer que é a primeira vez que vejo uma grande livraria fazer isso com um escritor regional aqui em Porto Velho. Todas às vezes, os escritores regionais são tratados colocados em estantes escondidas, em prateleiras deslocadas, locais inacessíveis. A Livraria Leitura me encheu de alegria. Parabéns. Leve esses parabéns e esse elogia para seu patrão ou patroa – os proprietários da livraria pelo respeito aos escritores regionais.

Adaídes Batista dos Santos (poeta Dada)



Nenhum comentário: