segunda-feira, 8 de novembro de 2021

Cada um vive a sua história de ser como o é...



Sabe-se muito da história em que um sapo nunca se transformará em um príncipe. 

Também é verossímil a história de que ninguém consegue mudar as pessoas. 

Se você tem uma certa cultura e quer que alguém  que você  ama, ou um amigo, se adeque ao seu estilo de vida, à  sua linguagem,  às boas maneiras de um bem viver social, onde a gentileza e a amabilidade tomem de conta dos gestos, das atitudes e das ações,  não adianta investir. 

Se a pessoa é  feliz do jeito que sempre foi, como mudar, se vai ter comprometida sua maneira de viver  em meio às palavras usualmente faladas nos subúrbios, onde a gaiatice impera e onde tudo é levado na brincadeira? 

Então,  nada de querer mudar as pessoas por amá-las.  Se não consegue viver com elas, do jeito que são,  melhor deixá-las por conta de suas idiossincrasias. Partir para cultivar flores e dedicar-se, por exemplo, aos versos de um poema, ou às letras de  belas canções.

Isto será possível realizar, ao contrário de alterar o imutável.


- jose valdir pereira -




Nenhum comentário: