sábado, 1 de janeiro de 2022

Por amar-te, por minha paixão... E toda tua...

 



Fui tua guarda, teu abrigo,

tua acolhida e tudo que querias

para não sentires o calor dos dias quentes,

o escuro das noites de inverno,

a solidão das tardes de outono,

e para viveres a alegria das manhãs primaveris da tua vida...

 

Dei-me por inteira a ti, e de mim,

meus melhores anos não te furtei,

meus sorrisos para teu deleite e meus beijos

para te fazerem feliz, meu corpo para amares do teu jeito,

E, por isso, fui tua amada em tudo e em todos os momentos,

e, de toda, muito amor, amor mais que perfeito, inteira...

 

Tiveste-me de forma plena,

alma, corpo e coração.

Fui teu anjo, tua mulher, tua amante,

e dei-me a ti na completude que devia,

e sem reservas, dei a ti meu sossego, meu coração.

Até meus pensamentos, eu os entregava a ti;

minhas preces de amor eram para ti,

e meus desejos só queriam a ti.

 

Foste meu melhor sonho, minha maior ternura.

E eu, teu refúgio nas horas tristes,

nos momentos do desassossego do teu coração.

E mais por ti seria, teria sido mais, faria mais,

por amar-te, por seres meu amor, minha paixão.

 

- jose valdir pereira –



Nenhum comentário: