sábado, 1 de janeiro de 2022

Da ausência

 

Sabe: eu confesso que a amava muito. 

Então, com o tempo, com sua ausência, aos poucos as coisas foram se acalmando, meu coração se acostumando e hoje me sinto mais calmo, menos apegado àquela vontade que, por não tê-la comigo, deixava-me triste. Será que é verdade? 

A ausência é a causa maior do fim de um relacionamento? Será? Ah, sim! Se ama alguém, não se ausente. Então, viva as flores que estão sempre presente.

- jose Valdir pereira -




Nenhum comentário: