terça-feira, 11 de janeiro de 2022

O poeta

 


 

O poeta é a existência que espera que haja um verso seu capaz de lhe entregar nos

braços do imenso amor, que o espera, a haver no coração da sua inspiração...

O poeta é a espera do olhar amante, da palavra cativante, do verso apaixonante que

da sua terna e sempre tenra verve, verseja nas pulsações e batidas do coração, quando

pensa que viu nos olhos de quem o vê a sua doce entrega ao delicioso e tão desejado

ardente amor...

O poeta é um ser que sonha; e a maioria das vezes, sonhos inalcançáveis...porque

sonha nos braços do seu amor, alguém que vive em seu sonho, sonho de poeta - e, não

raras às vezes, cai, nesse paradoxo, nesse infortúnio, na sua façanha de amar o

intocável, e pensar que é amado, deixa-se entregue ao ledo engano; é quem ama

profundamente, entregando-se ao infinito, à imensidão do azul do mar, do céu e

corações, nos braços do desamor...

O poeta é aquele que sai por aí - fingindo que é dor a dor que deveras sentir!

 

(José valdir pereira).


William Oxer 

Nenhum comentário: