domingo, 14 de fevereiro de 2021

Redes Sociais

 

Tudo que postamos no Facebook, tem um propósito. Algumas vezes, dizemos que aquela postagem nos distraiu de alguma forma. Outras, dizemos que aquilo é tudo que pensamos, o que fazemos ou faríamos.
Há vezes que postamos uma mensagem ou imagem para dizer a alguém ou à algumas pessoas, o que estamos pensando com relação à alguma atitude que temos que tomar.
Muitos, infelizmente, não sabem que somos o que pensamos, o que vestimos, o que comemos, o que lemos e o que gostamos, amamos ou falamos.
Como olhamos, andamos falamos, nos portamos e agimos, representa bastante nossa idiossincrasia e caráter. Portanto, quando curtir, louvar, compartilhar ou elogiar alguma postagem, não esqueça que ali você está também se revelando.
Nossas emoções e sentimentos facilmente são externados nessas ocasiões. Com isso, atraímos, não só gente boa para o nosso convívio virtual, mas também, gente má. Dizemos da nossa fragilidade, pelo menos nesses momentos das postagens, pelo quê estamos procurando, o que se passa conosco, e que tipo de ajuda estamos precisando ou podendo dar.
É preciso muito cuidado com as postagens, com as curtidas, com os compartilhamentos e com as mensagens de apoio. Você pode nem ser tudo que possa representar a postagem, mas já é um indicativo do seu estado emocional, da sua forma de estar encarando a vida, seus próximos passos.
Essas redes sociais podem ser muito úteis, divertem muita gente, mas é uma faca de dois gumes. Tem o lado bom e o lado mau. É bom, é gostoso nos exibirmos com nossas fotos, sorrirmos com as mensagens hilárias, mas é preciso muito cuidado. Trata-se de uma grande exposição.
Agora, imaginem as crianças, os jovens que não têm o acompanhamento dos pais ou responsáveis, a que perigo estão submetidos. Tenho duas filhas e duas netas adolescentes. Elas não usam, nem Instagram nem Facebook. Melhor prevenir do que remediar. E no meu caso, eu uso o Facebook para divulgar meus livros, minha produção literária.
Cuidemos melhor da nossa identidade, da nossa vida particular e, isso mesmo, da vida de quem nos ama, pois tudo que possa acontecer de ruim nas redes sociais, que nos prejudique, maltrata, também, os corações de quem nos amam.
A informação é uma ferramenta poderosa. E nas mãos dos malfeitores, uma arma perigosa.

O Facebook, às vezes parece um divã onde muita gente o tem como um psiquiatra, à sua disposição, 24 horas por dia. É bom nos divertirmos, mas ter cuidado para não colocarmos em risco nossa vida e a vida de quem nos ama.
E não esqueçamos: nada que acontece nas redes sociais, é segredo. Uma foto que você esconde, uma postagem, uma amizade que você quer que alguém não veja, acredite, há recursos na internet para se chegar a tudo que escondemos dos outros. E não vá jogar fora uma amizade, um bom relacionamento, um grande amor, o que você construiu ao longo do tempo, por causa das redes sociais.
É isso
- josé valdir pereira -


Nenhum comentário:

Postar um comentário