o poeta

o poeta
o poeta e sua mamãe

terça-feira, 25 de outubro de 2011

De onde vem a beleza das flores...

Sempre haverá, embora não pareça e tampouco se veja,
uma bela mulher nos jardins...
...e as flores,
porque dela emprestam toda sua beleza
e seu inebriante perfume,

a estarem sempre alegres, viçosas e verdejantes...
(José Valdir Pereira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário