amor

amor
Do amor divino. Do amor poético. Quando estamos guiados pelo amor de Deus, tudo encerra muita alegria e muita paz!

quinta-feira, 28 de maio de 2020

Do que somos, um para o outro...



DO QUE SOMOS, UM PARA O OUTRO

Meu zelo e afeto por ti,
transcende minhas possibilidades de ser,
igualmente, tão dedicado e carinhoso comigo.

É em ti que penso primeiro,
para que tenhas sempre o melhor de mim,
por estar sempre, em relação à ti, depois.

É por ti que vivo para que sejas o melhor para mim,
nesse amor da minha entrega plena ao teu bem-estar.
É que tenho na tua alegria o meu melhor prazer.

É quando sorris que me dou por realizado no amor que mereces; 

é quando me amas pelo olhar, que sinto teu coração feliz.

Por ti amanheço cheio de vida para que meu coração se realize na felicidade do teu. 

te vejo saudável e confiante, sei que estou a te entregar e a teres um amor seguro e indelével.

Não me tenho como me desejo, se não me tens como me queres.
Não te tenho como quero, se não encontras em mim o melhor que esperas.

Isso tudo sentimos no abraço, nos beijos e no amor que somos e que fazemos.

- jose valdir pereira -






quarta-feira, 27 de maio de 2020

Cercar-se da beleza e do perfume das flores...

“Experimente cercar-se da beleza e do perfume das flores. 

Daí, então,

haverá meiguice e doçura nos gestos, sua fala será educada, seus passos nobres, seu 

sorriso amável, seus olhos ternos e sua casa, sua alma e seu coração, acolhedores.”

 (jose valdir pereira)

 

“Somos, na verdade, na maioria das vezes, seres solitários.

E, no entanto, disfarçamos; 

não nos vemos assim e, desse jeito,  levamos a vida...

não é a companhia do entorno que nos tira da solidão; 

é a viagem, quando cheia de reflexões e pensamentos acerca de tudo que somos e temos, desde o limiar do que for possível rever...”

(jose valdir pereira)




terça-feira, 26 de maio de 2020

Saudade: se a tenho hoje, é porque ontem foi bom


SAUDADE?
se a tenho hoje, é porque ontem foi bom

 

E já se foi tanto tempo.
Minha memória já anda de passos lentos,

meu coração já não bate como outrora,
e as palavras já não são bem ditas

Pelos caminhos, tateiam as mãos para um simples caminhar,
os olhos nem bem enxergam a um palmo a frente,
e os cabelos tocados pelo vento, deixam sua brancura realçar,
ainda que cambaleando, as pernas se atrevem a me levar

Nem cem, nem noventa, alguns momentos e instantes vividos, e a vida já me diz que basta, que quer me deixar, também, nem sei pra onde... Quem sabe para um melhor lugar...

Será que terei sorrisos, flores e um mar? Desses bem imensos, a perder de vista, que eu costumava contemplar ou só mesmo uma lagoa que nos tempo da estiagem vai secar?

Quanto encantamento fora vivido e sentido quando os olhos vibravam e a alma pecava só de imaginar...


É por aqui, diz o jovem afoito querendo me dar lições de vida, como se eu não soubesse a trilha do bem e do mal..


Eles são assim mesmo, aliás, nós somos assim mesmo na idade tenra, no tempo do tempo sem limite,
sem importar se é noite ou dia, para viver, ser e ter o que os sonhos e as ilusões nos alimentam, enchendo nossos corações de presentes e futuros cheios de riquezas e belezas, divinas e infindáveis.

Ali, minha criança, é, por acaso, uma borboleta que passa? Minha vista está tão turva! 

Que maravilha! Não é o cantar de um alegre passarinho que nos chega aos ouvidos, agora?
E aquela criança a brincar, solta e livre, onde cabe-lhe toda a alegria do mundo, só porque desfruta de um saboroso sorvete a se derramar em sua delicada mão...

Nossa, já vai longe o tempo em que fora eu a ser assim, descontraído, ignorando o porvir, sem me importar com o que me fora dado saber e viver, e, tampouco com o que haveria de ser, com o que haveria de vir.

Talvez nem veja outro amanhecer. Até isso, o tempo quer me tomar de mim.
A noite, esta ele já me tomou. Mas eu não me importo. Gosto mesmo é do amanhecer.
É nele que eu me encontro vivo todos os dias, mesmo já estando um pouco morto, 

como me vêem e me tomam, em meio a esta indiscreta decrepitude.

- jose valdir pereira -

 


segunda-feira, 25 de maio de 2020

Que seja uma semana de fé, de esperança e de amor...

QUE SEJA UMA SEMANA DE FÉ DE ESPERANÇA E DE AMOR

Mais realizações para o bem,
mais gestos de bondade,
mais compromissos com a verdade,
mais compreensão, abraços afetuosos e perdões.


domingo, 24 de maio de 2020

Do poder da realização do amor


DO PODER DA REALIZAÇÃO DO AMOR


A flor, já tragada pela majestosa essência floral com a qual nascera, 

princesa do reino vegetal, abriu-lhe sorrisos, e disse-lhe:

- meu querido jardineiro, se não fosse teu amor, não haveria néctar para o meu amado beija-flor. 

E não só: deu-lhe um cheiro e, cheia de contentamento, suspirou: e cuidas tão bem de mim!

O jardineiro, sorrindo, disse-lhe:

- minha amada flor, amamos não só porque queremos possuir o bem amado; 

damos o nosso amor, em gestos e ações,

 para testemunharmos o poder da realização do amor!"

(josé valdir pereira)


sábado, 23 de maio de 2020

Da amizade e da convivência casual...


"Saiba sempre ver a diferença entre uma amizade e uma simples convivência casual; 

uma, nasce no coração e se manifesta sempre; 

a outra, nasce na necessidade e é oportunista!"


(josé valdir pereira)


sexta-feira, 22 de maio de 2020

Há sempre uma cereja, em algum lugar, sua, toda sua, à sua espera!



"É quando nos damos conta do quanto nada podemos, à mercê das nossas impossibilidades, que percebemos a existência de um Pai bondoso, que jamais nos abandona..." 
(jose valdir pereira)


"Jamais deixe um problema tomar conta de você; lute sempre; em algum instante, aparecerá uma maneira, uma simples e divina maneira, para vencê-lo!"
(josé valdir pereira)


Há sempre uma cereja, em algum lugar, sua, toda sua, à sua espera!


= jose valdir pereira - 





quinta-feira, 21 de maio de 2020

Hoje, só algo me basta: amar-te!

HOJE, SÓ ALGO ME BASTA: AMAR-TE

Hoje, só algo me basta: amar-te!
se chegar carta, que ponham-na na escrivaninha;
Se tocarem a campainha, não é para atender;
Vão pensar que estou no jardim, como sempre, cuidando das flores;
Não insista! Será o aviso para os contumazes; estou amando meu amor!
Se chover vou gostar; aquele barulhinho da chuva e eu a te amar...
Se fizer sol, não importa: vou estar te amando mesmo assim...
Que não me faltem as flores; a champanhe à mão, e a mesma música de quando nos amamos pela primeira vez.
Hoje, só algo me basta: amar-te!

- jose valdir pereira -



quarta-feira, 20 de maio de 2020

Não toque em uma mulher sem que ela queira...


NÃO TOQUE EM UMA MULHER SEM QUE ELA QUEIRA

Ledo engano não querer acreditar que, para cada ocasião,
ela se prepara como se fosse para a primeira.
Não há primeira vez inusitada e igual. Toda vez é uma primeira.

Assim, é o amor que a guia em sua entrega.
Uma pureza na alma e um coração sempre terno e tênue,
estarão espelhando sua magnitude e sua nobreza feminina.

Seus gestos, singelos e elegantes, traduzem a maciez das suas mãos por onde vão e chegam, e seus lábios dão os toques carinhosos do amor que lhe guia, na entrega inteira e sem reservas.

Colher uma flor, sem que se deixe a presença das mãos em suas pétalas, é como se deve chegar ao corpo de uma donzela, encantadora e bela, prenúncio de um momento eterno, a partir de um beijo estiante, de onde o delírio soterra.

Ao ser tocada, sem meiguice e sem afagos, reage feito mimosa pudica, em resposta à pegada sem jeito e sem afeição, por sentir a ausência do saber, de como se acede ao corpo de uma gentil formosa, candura na alma e no coração.

No olhar, um desejo de que o novo, o diferente, o bem tão esperado, venha, em nome da completude da ânsia que tem no corpo inteiro, despeje em sua vida a realização de todos os sonhos sonhados, desde que quis desfrutar do prazer que é, ter um amor, amar e ser amada.

Ser amado por uma mulher, que ainda corre atrás dos sonhos que alimenta no coração, requer o saber do ser galanteador, preparado para conquistar a mais pura e bela imperatriz do amor.

Não toque em uma mulher sem que ela queira, sem que ela o deixe fazê-lo. Não se toca em uma flor que ainda não desabrochou. Se o fizer,é rejeitar a essência do perfume, a maciez de sua pela, a plenitude do amor.

Não podemos ter uma flor ainda fora do tempo sem que esteja debutando, sem que esteja estonteante e airosa, inebriante e molhado pelo orvalho da entrega.

Seus lábios dirão o que ela quer dizer, suas mãos guiarão o caminho a seguir, seu olhar dará a medida e a intensidade do prazer que aspira sentir, quando estiver vivendo a beleza do prazer da alma, do corpo e do coração.

Não toque em uma mulher antes do tempo, não a faça recuar,
saiba quando é o tempo do toque, quando é o tempo de amar.
Você não terá murmúrios de prazer, nem sorrisos de felicidade, nem seu corpo quente expressando a temperatura do seu contentamento, nem as batidas do seu coração a dizer, alegremente, de estar feliz nos braços do seu amado.

Não toque em uma mulher sem que ela queira!

- jose valdir pereira -



Nem todo dia bom, é de sol...




NEM TODO DIA BOM, É DE SOL,
mas todo dia bom, é de flores.
Nem todo abraço, é bom,
mas todos os abraços com amor, são bons demais.
nem todos os apertos de mãos, são bons,
mas a gente sente quando um é bom.

Não importa se você gosta de flores.
Elas existem assim mesmo e vão estar sempre com você.
Alguém irá garantir isso.
É que você anda muito ocupado e não se deu conta da beleza de uma flor, 

do bem que faz um jardim, 

de onde vem o perfume que lhe agrada e quem propicia o enlace no amor.

-  jose valdir pereira - 



terça-feira, 19 de maio de 2020

É apenas um tempo passado


O nosso tempo se esvaiu,
já não alcanço tuas mãos, 
já não me caibo no teu olhar,
e já não me tens como queria,
e eu já não te tenho para te amar.

O nosso tempo foi-se indo,
na tua nudez de ser,
na tua teimosia de fazeres,
o que bem querias,
como se nada fizesse, 
era assim que pensavas,
para me contrariar.

Da lembrança do sorriso que eu amava,
agora ele me faz lembrar o quanto te amei,
do carinho que tu me davas, pouco de ti me faz lembrar,
Não te compreendi como querias,
não falaste minha linguagem.


Se hoje adormeço sem estares nos meus pensamentos,
é porque não o somos como fomos outrora,
mesmo distante do meu corpo,
tu estavas nos meus pensamentos a toda hora.

Os sonhos, os planos, tudo jogado fora.
O teu descaso, a insensatez constante,
tua vaidade expressa na tua nudez desvairada,
afastou-me de ti, deu-me a perder os desejos que
antes despertaras, com tua meiguice provinciana,
com teu sorriso inocente e com a pureza do teu amor.

Foste esperança e o abrigo que sonhara meu coração,
que pensara minha mente, que desejava minha alma,
que festejava meu corpo e minha cuidadosa razão.

Agora, por mais que me lembre dos momentos felizes,
lembro-me, também, do tempo perdido, dos planos esquecidos,
dos sonhos sonhados e do amor que não se sustentou,
por estar na fraqueza de um impetuoso coração.

O que ficou guardado no meu coração.
é tudo para ser lembrado.
É uma vida feita no tempo que existiu.
Mas é apenas um tempo passado.

- jose valdir pereira - 




Sê minha...



"Sê minha, sem ser meu o teu amor;

toca meus lábios, sem me beijar;

dá-me teu leito, conforta-me mesmo distantes, sem me acalentar;

deita ao meu lado e faz-me teu homem, sem sê-lo;

olha nos meus olhos, sem olhar, e diz: eu te amo;

aquece-me em teu corpo, sem estar perto;

atira-te em meus braços e me cobre de beijos e, toda minha,

sussurra palavras de amor por mim, sem me amar;

Acolhe-me em teu coração, sem me amar;

ama-me mesmo assim, sem me amar."

(josé valdir pereira)






segunda-feira, 18 de maio de 2020

De se ter paciência...



"Se não podemos alcançar as estrelas, a lua, tentemos alcançar uma flor, uma fruta, uma gota de orvalho de uma amanhecer primaveril. Alcançar um sonho; um desses que, através do amor, é realizável.

 Depois que aprendermos a ter paciência com o tempo que levamos na consecução dos nossos intentos, a reconhecermos nossas possibilidades e limitações, e a lidarmos com nossa ansiedade, teremos mais sucesso nas nossas pretensões.

 “É que passaremos a viver em um mundo capaz de nos caber, e a atender, a suprir todas as nossas necessidades.”

(jose valdir pereira)



O melhor e mais sublime...



"O melhor e mais sublime de tudo que um homem pode querer, é o amor de uma mulher!"

(jose valdir pereira)


domingo, 17 de maio de 2020

Sobre a relva convidativa...





A RELVA CONVIDATIVA
Delicadeza,
sutil no leito que lhe deu a relva,
à mercê do sono que lhe tomava por inteiro,
encheu-se de sonhos e o amou ali mesmo,
vez que em outro lugar não pudera.
Antes, como gostava, suas flores às suas mãos,
o coração palpitava e seus lábios pediam beijos.
Ao relento, a ter o céu e as estrelas por companhia, de longe a ouvir a canção do vento, fechou os olhos e amou-lhe como queria, o amor amado, como devia.
Não acordou tão cedo, nem com a chegada do dia,
mesmo a noite já batendo-lhe à porta, a querer nostalgia,
ela deixou-se ficar encantada com momento que vivia.
Não poderá nunca mais dizer,
que não amou e que não foi amada.
- josd valdir pereira -


Senhor meu Deus...

SENHOR, MEU DEUS:

Saberei Te exaltar no silêncio da beleza do dia,
ou nas imprevisíveis atribulações do quotidiano,
e jamais me furtarei a dar-Te boas-vindas no limiar de cada amanhecer, e Te agradecerei em cada pôr do sol, no despertar de cada anoitecer.

Serás minha fortaleza e meu melhor abrigo,
e sempre cantarei louvores para te aclamar;
terás morada eterna no meu coração,
e sem tréguas, Te amarei a vida toda.

Serás meu porto seguro, meu jardim florido,
minha estrada iluminada, a palavra a ser seguida,
guiador dos meus passos, bálsamo para minha alma,
esteio do meu sustento, o paraíso para realizar meus sonhos,
o amor da minha vida, meu lenitivo maior.

Em Ti, eu creio, está o significado do amor,
a importância da amizade, o alcance da vida eterna,
a paz com a qual sobrevivo às agruras do tempo,
à insensatez das más companhias, à tentação da existência nefasta, à corrupção da alma e à sangria do meu corpo nas fraquezas do meu dilacerado coração.

Senhor, meu Deus:
Deixo-me em Tuas mãos. Fazei-me digno de ser Teu servo,
propagador da Tua palavra, exemplo de fé; e perdoa-me se houve, em mim, nesse tempo, vida em vão.

Louvado sejas, hoje e sempre!

- jose valdir pereira -






sábado, 16 de maio de 2020

Aconteceu tudo do mesmo jeito, como imaginei - Aconteceu!



Aconteceu tudo do mesmo jeito, como imaginei - Aconteceu!

"Não precisamos pertencer um ao outro para que nos amemos; há amor entre Deus e os homens, sem toques.
E amor igual há, e como há, entre as mulheres e as flores.

E, também, entre as crianças e as guloseimas, do pirulito, perpassando pelo sorvete, até o picolé.

O rico e sua avareza, não deixam por menos. O pobre sem abrir mão da sua condição humilde e simples de viver, não é o que mais se vê? O beija-flor e o néctar das flores, não trocam tantos amores? O amanhecer e a névoa que, suavemente, cai do céu, beijando o topo das colinas, como te beijo em pensamentos, não é amor, sem toques?

É, também, tudo tão bom, amar desse jeito.Fica sonhada, de leve, uma pontinha da possibilidade do desejo vir a ser uma gostosa realidade.

Já fui tão sonhador, eu, ela, flores ao derredor, perfume espargindo nos lençóis, canção de amor, meu amor, o vinho a molhar nossos lábios antes do beijo, e nem aconteceu.

Mas, valeu! Valeu porque, mesmo que só em pensamentos, criei o instante, o beijo dado, o prazer sentido nos doces e deliciosos momentos de êxtase vividos nas manhãs de outono, nas noites enluaradas de verão e nas madrugadas primaveris, acordado nos braços dela, sentindo seu perfume, ela, mais bela que as flores e eu, mais amoroso que todos os amores.

Aconteceu tudo do mesmo jeito, como imaginei - Aconteceu!

(josé valdir pereira)



sexta-feira, 15 de maio de 2020

À flor amada



À FLOR AMADA
É suave teu jeito sutil de chegar,
carinho fervoroso encontro no teu abraço acolhedor,
olhar eivado de amor e mãos amigas cheias de afagos.
Por isso, as flores, outro sorriso a se expor,
mais ternura que chega, menor a distância,
maior o amor.
Indiferente às dores que surgem,
com a insanidade exógena dessa gente,
por causa das palavras que saem do teu coração,
de tanto amor e por amor, vivemos nosso momento.
Esse teus olhos pequenas. e tanto doce, nesses teus beijos,
e tão delicado, esse teu corpo, mais que a tenra flor, mais que o primeiro beijo, no primeiro amor.
Do leito que fizemos, na candura da primeira vez,
regamos as outras, as tantas outras formas de amar,
que nos deram vida longa e mais prazer de viver.
De deixar que eu chegue ao teu corpo,
sob à égide da canção do silêncio, bem devagar,
nos teus lábios, o beijo ardente e demorado,
na tua vida, o meu alento, o teu amado.
Em cada manhã, amar-te, assim tem sido sempre,
antes as flores, para no seu perfume inebriar-te,
que me deixes estonteado e aberta, a mente, para fazer do nosso momento, a mais desejada eternidade.
À flor amada.
- jose valdir pereira -




quinta-feira, 14 de maio de 2020

Já tenho a quem amar

JÁ TENHO A QUEM AMAR

"Não é porque eu te fiz versos bonitos que te amo ou que vislumbre  n´alma pobre minha e no dorido coração meu, a possibilidade de haver algo entre mim e ti;

tu mereces este endeusamento todo, porque tu és formosa e divina e, inegavelmente,  tão majestosa que não ouso atrever-me a querer-te neste momento e, mais que isto, desejar que sejas minha, hoje e sempre, porque estás além do meu querer.

Amar-te, é como amar a uma flor - deixo-a sempre onde está para que sua beleza e seu perfume dêem o encantamento, o deslumbramento que precisa a humanidade, ter e sentir;

Então, não é meu verso instrumento de sedução; pode ser instrumento de felicidade, de alegria, de afagos ao teu coração; cabe tão-somente a esta humilde expressão de amar e de amor, externar o que quer ouvir teu coração, e o que o meu sabe mais dizer: és uma mulher encantadora, de olhos sedutores, corpo amoroso, porte divino e lábios que sonho beijar - mas, não quero que sejas minha; já tenho as flores; já tenho a quem amar!

(josé valdir pereira)


quarta-feira, 13 de maio de 2020

Amor lascivo, amor!

Amor lascivo, amor!
"...Então, a flor, toda brejeira, ao saber da presença do colibri, fingindo espanto, exclamou:

E cá estás tu outra vez!


E, vaidosa, querendo dizer que estava preterindo o pequeno beija-flor, pôs em causa:


E por que? 


Ao que, alegremente, com carinho e ternura, não dando ouvidos ao que ouvira, respondeu-lhe o saltitante colibri:


é porque não há como ficar distante de ti, se nos pensamentos, se no meu coração, se na minha mente...


Tu vives em mim e eu te sinto!"

(josé valdir pereira)


Poemas que você encontra em um dos meus livros...

POEMA QUE VOCÊ ENCONTRA EM UM DOS MEUS LIVROS,


à venda nas melhores livrarias ou na livraria virtual no site do poeta http://josevaldir.com.br/Site/14/index.asp ou pelo Blog
http://josevaldir.com.br/Site/10/index.html

"...Quando nem mais uma estrela houver...
No tempo em que não mais encontrar flores...
...e quando não mais vir brilhar no céu o reflexo do rosto teu...
...e seja impossível uma mulher um homem amar, assim como te amo...
...e quando Deus resolver desfazer Sua criação, tomar-me o amanhecer, a aurora, e dar-me o entardecer da vida...
...nem que tudo isso aconteça, vou desistir do nosso amor; como te amo, não se ama assim toda vez; e não é o quanto me amas que importa; é o quanto de amor sinto por te amar!"

(josé valdir pereira)



terça-feira, 12 de maio de 2020

Na minha vã presunção




"Em mim, existem dois extremos: de um lado, a tua ausência impetuosa que me desatina, na presunção da vã consciência de que és só minha, toda e só;
do outro, a dócil e meiga ternura da minha alma impoluta, que não se desespera por ti, perto ou longe, porque não és tão minha quanto de ti és.

E nessa dialética íntima, entre meu coração e o meu racional,  a mim, tão-somente cabe, por ti e por mim, pelo nosso amor, a tudo subsistir. 

Não posso esquecer que sou porque tu és!"

(josé valdir pereira)


segunda-feira, 11 de maio de 2020

O amor é livre e é na sua liberdade que ele se perpetua...



Encontrar alguém que o ame e por quem você terá amor,
é uma missão do coração, não da razão. O amor é um sentimento, não uma expressão racional.
Ter o amor de alguém para sempre ou por tempo indeterminado, 
é preciso tratá-lo como se fosse, esse amor, uma flor.

Não há distinção entre, se homem ou mulher. O exercício do amor está à mercê de ambos e, por isso,
se chegar a um dia ter seu fim, ambos ou, na pior das hipóteses, um dos dois é responsável. Às vezes, o amor nem acaba, mas a razão impõe condições para que ele se perpetue. É nesse momento que apesar do amor existir ainda entre os dois, a relação chega ao seu final. É que o amor não impõe e nem vive sob imposições. É livre e é na sua liberdade que ele se perpetua.

- jose valdir pereira - 


domingo, 10 de maio de 2020

Uma mãe...

UMA MÃE QUE POR MAIS QUE TENHA IDO, FICOU, POR MAIS QUE NÃO ESTEJA, ESTÁ, POR MAIS QUE NÃO SEJA VISTA, SE VÊ, PORQUE, AO PARTIR, COMO SE NÃO TIVESSE PARTIDO, SE IMORTALIZOU.
Deixei de ter saudade da mamãe quando coloquei-a no melhor lugar do meu coração, no melhor dos meus pensamentos, em destaque nas minhas lembranças, nas preces e nas orações e nos álbuns, retratos e imagens que guardo nos cantos da casa, por sobre os móveis, por onde estou e por onde vou. É minha companheira em todas as horas, momentos e lugares e ocasiões. E a tenho em mente e no coração sempre com aquele sorriso angelical e com aquele olhar de quem tem amor, muito amor pelo filho querido e amado.
E hoje, em tudo ela se faz presente em minha vida, porque, mesmo que eu não quisesse dado a liberdade e maturidade que se alcança com o avançar da idade, ela fazia me sentir sua grande realização de mulher, de mãe e de cidadã. Ela se dava sempre por satisfeita com o produto de sua criação. Eu via isso em seus olhos e quanto mais isso eu me via assim, mais eu caprichava para ser aquele homem que ela sempre projetou e sonhou que eu fosse. Enfim, creio que saí um pouco às suas pretensões e sonhos.
Ela foi meu anjo protetor e minha luz maior, não só enquanto por aqui esteve, mas ainda o é, e agora com mais intensidade, porque de onde está, sua luz irradia com mais brilho e amor, guiando-me como sempre o fez.
Mamãe sempre foi uma flor, um anjo, uma senhora pura e sagrada. Sempre mereceu o amor, o carinho e a admiração que todos tivemos e temos por ela. Uma guerreira, mulher de fibra, altiva, batalhadora, talentosa, humanística, bondosa, altruísta, meiga, nobre, gentil e com uma fé inenarrável, esperançosa, otimista e que nunca deixou de investir na educação de seus filhos.
Arou a boa terra, semeou as boas sementes; amou, com o coração e com a alma, a todos. Deixou marcas inesquecíveis e indeléveis marcadas nas páginas que escreveu quando por aqui passou.
Um beijo, mamãe. Sei que me vês melhor e me tens com mais amor, de onde estás, nessa tua nova morada, na companhia da tua consagrada Mãe de Deus e nos braços de quem falavas com muito amor: Jesus Cristo, teu Deus e Senhor.
Em teu nome, felicito todas as mamães que hoje vivem um dia especial, quando todas as homenagens se voltam para agradecer-lhes, à todas, àquelas que são os pilares mais importantes da humanidade.
FELIZ DIA DAS MÃES À TODAS AS MAMÃES
- jose valdir pereira -


sexta-feira, 8 de maio de 2020

Do ser homem


DO SER HOMEM

“Tempo que a luz se apaga e o escuro desperta a inusitada fera - nos tempos de agora - mas não tão desconhecida nos tempos de outrora...

O homem nasce feito deus e com a carga da perfeição do criador, mas no curso do rio da vida, que segue, querendo ou sem querer, vai, aos poucos, se desfazendo e se tornando um ente longe da perfeição, do perfeito ser que o criou...e em seu lugar, surge a besta, invariavelmente, um besta...

Mesmo que as estrelas, o universo, a natureza lhe mostrem os escritos da sabedoria, da terra, das mentes e dos tempos, desde a gênese da perfeição concebido em um sopro divino, é tão tosco, rude e ignóbil, que, no seu desassossego e obscuridade, na fé, no cognoscente e no coração, que subestima e desdenha o poder da energia que lhe é e foi posta ao seu dispor, para construir mais que destruir, amar mais que odiar, dar mais que receber e ser mais que ter...deixa-se atraído pelo escorregadio terreno da rudez, da insensatez e da vileza...

Então, vem-lhe a morte, e, sem saber que viveu, despede-se da vida sem ter sido e sem nada - fez-se de tudo e do todo que lhe fora entregue, o ser nada, a carga genética do niilismo, da anti-criatura, negando os tempos de Abraão, de  Isaac e de Jacob, os tempos de Moisés e a vez em que "o verbo se fez carne e habitou entre nós" - a criação...a re-criação...o recomeço...” 

(jose valdir pereira)



quinta-feira, 7 de maio de 2020

Aos poucos, por causas de você...






"Aos poucos, 
por causa de você, 
por estar no coração de uma graciosa e bela mulher, 
vou sentindo a real beleza e a magnífica importância do amor, 
de amar e de ser amado, independente da forma e do jeito!"

(jose valdir pereira)




quarta-feira, 6 de maio de 2020

O começo de uma nova vida...

O COMEÇO DE UM NOVO DIA
Você despertou cheia de simplicidade.
Elogiou a flor que estava sobre a mesa,
abriu a janela do quarto e contemplou o amanhecer com um sorriso gracioso,
olhou-se no espelho e deu graças a Deus ver o que via e ser o que é...
Rendeu graças à vida que tem e se deu um abraço,
fez juras de amor para si mesmo e se deu por feliz.
Na prece matinal, agradecimentos e nos pensamentos as boas lembranças, a esperança de ver pela frente o que a vida tem de melhor a oferecer.
Sorriu. Achou-se uma mulher linda.
Tocou nos lábios e sentiu o beijo do amor.
Um segredo a lembrar.
Em mente aquele inesquecível amor.
Enfim, assim, o começo de um novo dia!
- jose valdir pereira -


terça-feira, 5 de maio de 2020

Se quiser falar ao coração...




Se quiser falar ao coração dos homens, há que se contar uma história. 
Dessas onde não faltem animais, ou deuses e muita fantasia. 
Porque é assim - suave e docemente - que se despertam consciências.
Jean de La Fontaine


segunda-feira, 4 de maio de 2020

domingo, 3 de maio de 2020



Abençoados são os que têm fé em Deus sem precisar vê-Lo nem ouvi-Lo, 
mas apenas senti-Lo no coração.
Mas isso não significa que você, por não crer em Deus, não seja abençoado. Deus ama a todos, indistintamente, e nunca abandona um filho seu, sequer. Ele acredita que um dia o filho pródigo retornará à casa do pai.

- jose valdir pereira -

sábado, 2 de maio de 2020





Santo Anjo do Senhor; meu zeloso guardador,
já que a ti me confiou a piedade divina,
sempre me rege, guarda, governa e ilumina.


Amém



sexta-feira, 1 de maio de 2020

As flores do seu caminho, as que você vai encontrar, serão as que você merecer!

- jose valdir pereira -