o poeta

o poeta
o poeta e sua mamãe

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

terça-feira, 27 de novembro de 2012






"...As flores do jardim da nossa casa, estão cada vez mais belas e perfumadas...
São assim, as flores, quando amadas..."
(jose valdir pereira)








"És os versos de amor que amanhecem no meu coração...
...porque tu és a poesia que minha vida escreve...
e a minha composição celeste com todo o esplendor da criação...
...meu futuro sonhado, meu presente esperado...
meu começo sem fim!"
(jose valdir pereira)













AFINIDADE É ISSO...

"Gostar de tudo que você gosta, e só não gostar do que você não gosta!"
(jose valdir pereira)



quinta-feira, 15 de novembro de 2012

F L U M I N E N S E !


Tremula de amor;
dá vida ao movimento,
ao coração de tanta gente;
que segue feliz e contente,
seus passos, suas conquistas,
em ardoroso deslumbramento.
Somos todos Fluminense! 
(jose valdir pereira)


segunda-feira, 12 de novembro de 2012

quinta-feira, 8 de novembro de 2012




"...Se puder preferir, deseje estar perto da natureza, do mar, dos rios, dos igarapés ou dos lagos e lagoas...jardins e pomares...

Ou, pelo menos, deseje e faça e lute para que continuem a existir na face da terra...

É à mercê dessas belezas naturais que estão o cheiro, a completude da criação, que reflete a nobreza e o amor do nosso amado arquiteto do universo..."

(jose valdir pereira)












"O homem não se cansa de sujar a natureza; 
a despeito, a natureza continua gentil e amável!"
(jose valdir pereira)