amor

amor
Do amor divino. Do amor poético. Quando estamos guiados pelo amor de Deus, tudo encerra muita alegria e muita paz!

segunda-feira, 31 de agosto de 2020

 Fragmentos


"Do poeta escorre o sangue, a poesia, pura e tenra, porque sua seiva escarlate sai do seu corpo a partir de um coração meigo e amoroso, amigo e pueril... é presente nos braços da natureza, a mãe maior, que o alimenta e o entrega à fome dos homens, à ignorância da escassa luz, que se apossa feito fera faminta, sem alma, sem lua, sem céu e sem coração!" (jose valdir pereira)

"...E mesmo assim, às vezes, não nos damos conta do esplendor dessa luz, e seguimos no escuro, às trevas, sem reparar a luz que nos ama, que ilumina o caminho... aquele que nos leva ao amor...à vida!" (jose valdir pereira)

"Não é a ida com esse fardo pesado que me atormenta; é a volta, só e esquecido. Não, não me importa cultivar flores e cuidar para que haja frutas no pomar; Não receio não ter direito as flores e nem aos frutos... Afinal,conhecemos a história da multiplicação dos Judas e a história do crescimento da prole de Pilatos!"

(jose valdir pereira)



sábado, 29 de agosto de 2020

A ver o mar e a sentir...

 

A VER O MAR E A SENTIR A VELEIDADE DO CORAÇÃO

Estou vendo o dia chegar, olhando para mar, sentindo a brisa pura e virgem, que chega e toca meu rosto com seu frescor angelical...
É no lugar daquele amor que você cria para o seu coração, inventa pra existir, porque foram-se embora os amores de antanho, quando uma flor se entregava para ser amada e sua essência existencial era amar seu amado, sobre todas as coisas.
Agora, para subsistir, é melhor viver com as dádivas que vêm da natureza, a exclusiva expressão concreta da existência de Deus, único e último sopro da vida.
Por isso, entre uma linha e outra, porque não bebo, senão seria entre um copo e outro, e porque não fumo, senão seria entre um cigarro e outro, olho para o mar, vejo suas ondas vindo ao meu encontro, como se quisessem me dar um abraço, enfim, me amar.
Mas é a brisa do mar que me beija, dando-me o amor que ninguém consegue me dar.
Daqui a pouco, chega a aurora e o dia vai amanhecer, e como de costume nessas horas, ouvirei o cantar dos passarinhos e outros sons da natureza, fazendo-me crer que não estou sozinho e que o homem tem como sua principal companhia, ele próprio e Deus, presente através da Sua principal criação, a natureza e tudo que a contém e está contido.
A exemplo do que já acontecera outras vezes, uma assertiva irrefutável: só a presença do amor puro, verdadeiro e angelical, mantém a vida inviolável e salva das fortes tempestades causadas pela doidivana razão.
Não sobrevivemos em sociedade, porque não damos importância ao exercício do amor, que requer entrega, renúncia e dedicação. O culto à razão desencaminha a humanidade.

As preces do coração mostram e nos levam ao céu, ao reino de Deus.

É bem assim.


- Jose Valdir pereira -



sexta-feira, 28 de agosto de 2020

quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Ame...

 

"Ame e deixe ser amada - no mais, tudo vem com o tempo. "

(josé valdir pereira)



Pintura: Philippe Auge

Amar-te...

 

"Amar-te, isso sim, é viver!"

"Somos mais felizes quando perto de quem nos ama. Amamos mais, temos mais amor, abraços, carinho e nosso coração é o tempo todo, afagado - se ficamos triste, tem quem se importe com isso e, se adoecemos, logo tudo passa... sorrimos mais, vivemos mais e vemos melhor a beleza das flores, sentimos melhor o perfume da natureza, ouvimos com todos os ouvidos do coração, a canção da amizade e do amor. É ou não é melhor, vivermos no aconchego de quem nos ama?"

(josé valdir pereira)





Francesca Gianni Strino


O profeta Isaías, que viveu 700 anos antes do nascimento de Jesus Cristo, profetizou: 
“A Virgem conceberá e dará à luz um Filho. Ele será chamado: Deus conosco”. 
(Is 7, 14)


“Alegra-te, ó cheia de graça, o Senhor está contigo!”.
 (Lc 1, 28)

“Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus”.
 (Lc 1, 30-31).

“Como acontecerá isso, se não conheço homem algum? ” (Lc 1, 34). E o Anjo lhe respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso, o Menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus”. 
(Lc 1, 35).

“Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a Tua Palavra! ”.
 (Lc 1, 38).


“à vossa proteção recorremos, ó Santa Mãe de Deus; não desprezeis as súplicas que em nossas necessidades vos dirigimos, mas livrai-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita. Senhora nossa, Medianeira nossa, Advogada nossa, com Vosso Filho nos reconciliai, ao Vosso Filho nos recomendai, ao Vosso Filho nos apresentai. Rogai por nós, Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém! ”.



 

Bom Dia


 

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

segunda-feira, 24 de agosto de 2020

Tens o perfume de um jardim




A POESIA LHE DESEJA UM BOM DIA

Você sempre foi pura e cheia de doçura. A virgindade sempre a acompanha em todos os sentidos. Uma bela mulher, cuja alma e coração tem a consagração e as bênçãos de Deus.
Tens a pureza da rosa e o perfume de um jardim.
Sou teu eterno fã!

 

sábado, 22 de agosto de 2020

Deus abençoe você, Rebeca

 BOM DIA REBECA.

Deus abençoe você e que outras comemorações possa celebrar, 

com suas conquistas e realizações.
Você é motivo de orgulho para todos




Parabéns!

sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Parabéns, rebeca!

 PARABÉNS, REBECA!

UMA FESTA DE ANIVERSÁRIO ONDE A ALEGRIA E O AMOR PREPONDERAM ENTRE AS DUAS IRMÃS



Rebeca ao piano

A aniversariante, Rebeca, nos brinca com uma das belas músicas 
do cancioneiro nordestino,
de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira


 

quinta-feira, 20 de agosto de 2020

A vida é tua...

 A VIDA É TUA. EU SOU O SEMEADOR. TU ÉS A SEMENTE. O TERRENO É FÉRTIL. SEJA E DÊ O MELHOR DE TI


Tornei-te semente e deixo-te em terreno fértil e sagrado para que floresças e setas tu a ti mesmo, rei do teu destino, dono da tua vida e seguidor dos teus sonhos, da tua luz.

Não me cobres, mais tarde, algo que não me diz respeito, desde o dia em que foste gerado. Não foste gerado para depender, para não ser. Tu foste gerado para ser brilhante, bem-sucedido, amado e amar, principalmente, a ti e a todas as coisas criadas pelo Criador.

Não terás o pão de cada dia na tua mesa, se não o produzires, tu mesmo, no dia a dia de tua vida, e nem terás alegria no teu coração, se não deres a ti motivos para ser feliz e agradecido.

É na aurora da vida que colhemos os melhores raios da sabedoria que reluzem do Senhor para a mente que deseja os ensinamentos dos livros sagrados. Não desperdice o tempo das manhãs e nem te apartes do esplendor da noite, onde podes confabular com os astros e com os outros habitantes do firmamento, onde os pensamentos da bondade e do amor são construídos.

Não te afastes jamais das flores, das águas e do vento que leva vida de planta em planta, polinizando,
florestando a terra e plantando a esperança nos corações que amam a humanidade...

Dá a ti mesmo primeiro o que de bom darias para outrem; seja primeiro teu senhor e teu rei, impondo a ti primeiro as regras e as leis que, porventura, desejes que os outros as sigam. Experimenta em ti primeiro. Se sentires que é bom, dê-as aos teus pares.

Não te envenenes com as palavras, nem com os gestos obscenos, nem com os acenos afeitos às atribulações da alma. O que é bom, teus olhos virão, porque tu já terás, ao longo da tua caminhada, adquirido a sabedoria suficiente para separar o joio do trigo.

Nunca deixes de lembrar daqueles que te geraram. Do Deus que te criou e de toda Sua benignidade. Tu és e serás porque germinaste sob as bênçãos do Pai Celestial, sob a ternura da Virgem Maria e pela guarda dos anjos do Senhor.

Gratidão, meu filho. Ela arrefece os tombos, Fortalece o amor e nos protege do mal e da maldade dos homens que vivem no mundo das almas desgarradas da luz divina.

- jose valdir pereira -


quarta-feira, 19 de agosto de 2020

Poemas de amor




DA ÂNSIA DO MEU QUERER TE AMAR

Eu quero me esconder nos teus botões, na tua bromélia angelical, nas entranhas dos teus cabelos; ficar por uns tempos (pode ser uma vida toda) ou eternamente, dentro do teu corpo, mas, como direi... Ah, sim: precisamente, na parte mais íntima do teu coração, na essência do teu ser... agasalhado, cheio de afagos, todos tenros e virgens, emergidos do teu corpo, da tua boca, desses lábios que desejo, das tuas mãos... e não me atreveria, de forma alguma, não e não, despertar, se estivesses a me fazer carícias... como as que fazem as gotas de orvalho ao beijarem a natureza todas as manhãs, enquanto não chega o sol... e sem ser interrompido, porque seguem meus sonhos, dou-me à delicadeza dos gestos sutis e à meiguice do silêncio para te amar... (...)Não, não me interrompas, porque estou ainda no começo dos meus ingênuos devaneios... Leva-me à tua cama e me tens mesmo com toda essa desajeitada forma de me querer... beija-me, e percorre meu corpo, com esse teu jeito de ser... dá-me à loucura e me faz gemer... aperta-me em teus braços e me faz ser... teu amor, teu amante, teu adormecer... depois do amor, de amar, de ser... toda minha, corpo e alma coração e teu viver... dá-me tudo, teu tudo e tu...toda e me faz estremecer... de prazer...no teu corpo, nos teus beijos no teu querer... e quando saciada, me faz dormir ou dormes comigo, no teu corpo, eu, e tu, no meu, até o amanhecer.

Quero toda tua virgindade de hoje, toda pureza e todas as vontades do teu coração - menina, moça - mulher; só para mim, quero teus lábios, teu corpo e tua sedução; e se vais sair, tomada pela tua nudez que vive a me acoroçoar, cabelos ao vento e voluptuosa, lembras de mim, que estou a te esperar, na mesma sombra, no mesmo jequitibá, para te amar, no teu jeito de amar... não preciso saber de ti, quando vens, porque me dirá o vento, qual cheiro, qual perfume, que exala teu sequioso corpo... quando queres me amar... Eu quero toda tua virgindade de hoje... do teu corpo, da tua alma e do teu coração... Porque hoje eu quero te amar...

"Deixa-me tocar, apenas por um instante, tua boca... mas fecha os olhos para não sentires meu desejo incontido... dá-me teu corpo aos poucos...porque não sobreviveria se fosse de vez...seria súbita, a minha ida... vem e me faz tomar-te, parte por parte, para que seja a posse, uma eternidade... e devagar, lenta,mas plena e completa... ...e não te desfaleça com meus toques... quero te sentir desvairada... atordoada toda nos anseios que invadirem teu coração... e teu sequioso corpo trêmulo de desejos de ser possuído e possuir, amado...e amar... ...agora que já me tens, faz de mim tua presa e posse, me devora de todos os jeitos, e não deixa nenhum desejo teu, desfeito...insatisfeito.

 

- Jose Valdir pereira - 



 

segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Fundação da Academia Guajaramirense de Letras

 


FUNDAÇÃO DA ACADEMIA DE LETRAS DE GUAJARÁ MIRIM /RONDÔNIA

Foi instalada na noite de sábado, 12, a Academia Guajaramierense de Letras (AGL), tornando-se, o município, o quinto a contar com uma entidade desse nível. A cerimônia aconteceu no plenário "Clodoaldo Moura Palha", da Câmara Municipal, quando o acadêmico Paulo Cordeiro Saldanha Sobrinho foi eleito e empossado presidente da nova instituição.

O presidente da ACLER, acadêmico José Valdir Pereira, em seu pronunciamento, lembrou que "A Academia não é uma facção política, mas tem responsabilidades sociais, por exemplo, no fomento à cultura, à democracia e à defesa intransigente da língua pátria".

Em seu pronunciamento o presidente Paulo Cordeiro Saldanha lembrou figuras históricas da região de Guajará-Mirim, citando que "nascemos com o dever de sermos partícipes ativos do progresso sócio-econômico-cultural e humano, dentro da nossa realidade, sendo nosso propósito congregar o relacionamento com os demais atores sociais, difundindo a cultura e incentivando a literatura e o progresso da ciência, sempre atuando no interesse maior da nossa gente".

Falando em nome da Sociedade dos Poetas e Escritores de Guayaramerin, seu presidente, José Luiz Durán, anunciou a intenção de realizar eventos sócio-culturais com a AGL. "Somos irmãos e temos de trabalhar em prol dos interesses regionais, inclusive na defesa e difusão da nossa cultura, e a literatura é uma forma de cultura".

O vereador Mário Cesar, vice-presidente da Câmara guajaramirense, destacou ser necessário "fortalecer as instituições que defendem a cultura. Temos uma história que precisa ser rememorada, debatida, respeitada e divulgada", frisou.  Enquanto o vice-prefeito Hilter Gomes disse que "essa Academia chega num momento importante de transformações locais. Devemos entender que não há progresso social sem que a ação cultural esteja presente e sem que se preserve a história e os valores humanos".

Tomaram posse como membros da AGL: Paulo Cordeiro Saldanha Sobrinho, advogado e empresário; Aluízio da Silva, funcionário público; Dúlcio Mendes, odontólogo; Terezza Chamma, professora; Minerva Soto, jornalista, Júlio Iriarte, bacharel em Direito; Maria Cristina França, professora e Edson Almeida de Oliveira, militar e josé valdir pereira.

O jornalista João Luiz, mestre-de-cerimônia, ao final do evento, convidou os acadêmicos presentes e produtores literários a participar do 3º Encontro de Escritores de Rondônia, a se realizar em Vilhena, em novembro próximo, e da I Feira de Livros de Autores Rondonienses, a ser promovida e realizada pela ACLER, em dezembro.

À cerimônia compareceram os acadêmicos membros da ACLER José Valdir Pereira (presidente) e os membros: Abnael Machado de Lima, Pedro Albino de Aguiar, Yedda Pinheiro Borzacov, Cesar Romero Albuquerque, Claúdio Feitosa, Matias Mendes e Lúcio Albuquerque, além da presidente da Academia de Letras de Cacoal, Maria Lindomar dos Santos e representantes da sociedade guajaramirense, dentre os quais o ex-prefeito Ruy Almeida.


Maria Lindomar Santos (presidente da Academia de Letras de Cacoal), Hilter Gomes, vice-prefeito de G.Mirim, José Valdir Pereira (presidente da ACLER), Paulo Saldana (presidente da AGL), vereador Mário Cesar e professor Abnael Machado de Lima (membro da ACLER)


Professora Maria Lindomar - Academia de Letras de Cacoal
Professora Cristina França - AGL - Academia Guajaramirense de Letras -


Professora e Presidente da ACLEC, Professora e escritora Maria Lindomar e o Presidente da Academia de Letras de Rondônia - escritor e poeta José Valdir Pereira


Presidente da ACLER - José Valdir Pereira
Presidente da ACLEC - Maria Lindomar
Presidente da AGL - Paulo Saldanha
Secretário da ACLER - Pedro Albino

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Amor azul, azul da cor do céu, azul da cor do mar...

 AMOR AZUL, AZUL DA COR DO CÉU, DA COR DO MAR...

Ela não precisou ficar nua,
nem seminua pra chamar minha atenção,
bastou vestir azul, deixar os lábios da cor natural,
e os cabelos longos pro vento embalar...
Um sorriso discreto, só isso,
um pouco de elegância, pode ser,
mas evite mostrar a carne,
nem a de baixo nem a de cima,
não é isso que eu quero ver
isso fica pra depois, é bom você saber...
quero ver seu coração, a cor da sua alma,
e a beleza do seu olhar, seu jeito amável de ser,
a cor que posso imaginar que tem o seu amor,
se é azul, azul da cor do céu anil,
ou da cor das águas brandas do mar.

- jose valdir pereira -


Foto: Fortaleza-CE


domingo, 16 de agosto de 2020

Das relações sociais...


DEPOIS DE ALGUM TEMPO VOCÊ APRENDE

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar uma mão e acorrentar uma alma, e você aprende que amar não é apoiar-se e que companhia nem sempre significa segurança, e começa aprender que beijos não são contratos, e presentes não são promessas.

 E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante, com a graça de um adulto, e não com a tristeza de uma criança e aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno de amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

 Aprende que falar pode curar dores emocionais, descobre que se leva anos para construir uma confiança e apenas segundos para destruí-la. E que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto de sua vida.

 Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longa distância, e o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.

Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam, percebe que o seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa ou nada e terem bons momentos juntos.

Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que o ame não significa que esse alguém não o ame com tudo que pode pois existem pessoas que nos amam mas simplesmente não sabe como demonstrar ou viver com isso.

 Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém algumas vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo. aprende que com mesma severidade com que você julga você será em algum momento condenado.

Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte, aprende que tempo é algo que não pode voltar para trás, portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.

E você aprende que realmente pode suportar que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que a vida realmente tem valor, e que você tem valor diante da vida. E você finalmente aprende que nossas dúvidas são traidoras e nos faz perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar.


Willian Shakespeare






Renovação da fé...

 BOM DIA

Que tenhamos um feliz domingo

Nos instantes iniciais de todas as manhãs,
no que há para lembrar e agradecer,
no abrir dos olhos e ver, no sentir o coração bater,
na certeza de poder viver mais um dia,
nada me ocorre de mais importante do que
renovar minha aliança de amor e de fé com Deus,
expressada na singela prece que invoco nos meus pensamentos.
Deus é louvado por mim, entrego-lhe minha alma e ofereço-Lhe, 

mais um vez, o amor que há no meu coração e as flores que cultivo no meu jardim virtual.
Deus seja louvado. Não há mais à quem louvar.

- jose valdir pereira -





sábado, 15 de agosto de 2020

Da fé...


DA FÉ

Não te arrependerás, se tens fé em Deus.

Nada a perder, se tua fé é a luz dos teus passos e o guia do teu caminhar.

Segue os ensinamentos das escrituras sagradas e, mesmo que te perturbem as atribulações, 

sairás incólume e abençoado.


AMÉM




Um bom dia em Cristo







The Transfiguration (detail), 1520, Raphael


 

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

O que me ocorre agora...

 "Cultive e defenda com unhas e dentes a sua liberdade de consciência e de pensamento."

- jose valdir pereira - 



wishingwellfairytales


Nada a reclamar da vida, porque a vida é bela


 

Nada a reclamar da vida, porque a vida é bela

Além das estrelas e da beleza da lua a brilhar no firmamento, 

e de tantas outras, temos as flores. 

Para quem não as vê, pode sentir o perfume que exalam, 

a emoção que suscitam, o amor que despertam. 

Não cabe reclamar, porque, em tudo, a vida se apresenta sempre bela e boa.

A vida? Nós é que a fazemos

- jose valdir pereira -



quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Da beleza de um jarro

 

Tipos de amigos


"Existem (não necessariamente) três tipos de amigos: 

os que não nos esquecem jamais, e, por isso, estão sempre em contato, quer seja por telefone, e-mail, sites de relacionamentos, visitas, encontras, cartas, presentes, lembranças...são os constantes; 

existem aqueles que nem sempre se lembram de nós, mas, nem por isso deixam de ser amigos, porque, mesmo não se contatando frequentemente, nos amam da mesma forma. Apenas tem um jeito de amar diferente. 

E, por fim, existem aqueles que se lembram de nós de quando em vez. Mesmo assim, continuam sendo nossos amigos, já que, de uma forma ou de outra, podem, a qualquer momento, em qualquer circunstância, chegar junto, pedir ou prestar socorro. 

Embora estejamos sempre inclinados a gostar mais dos amigos que se inserem na primeira relação, não devemos seguir a premissa de que amigo é aquele que está sempre presente, porque não se mede a amizade pelo tanto que podem nos assistir e nos brindar com suas presenças, os amigos. 

A amizade se mede pela fidelidade, lealdade e pelo amor fraterno existente entre os amigos!"

(jose valdir pereira)

 

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Sobre namorar alguém

 Namore alguém que emocionalmente te ame e espiritualmente te fortaleça.

 Thamilly Rozendo

 Namore alguém que desperte o teu riso fácil, alguém que ame o teu jeito bagunçado e que se importe com o que você sente. Alguém que não dê as costas para a sua dor e que te acolha mesmo não entendendo os seus porquês. Namore alguém que seja teu amigo, que goste da tua risada escandalosa e que veja graça nas suas piadas sem graça.

 Namore alguém que emocionalmente te ame por inteiro, sem desculpas. Alguém que deixe os “e se” de lado e queira viver uma história ao seu lado.

 Namore alguém que emocionalmente ame o seu jeito desastrado de ser porque sabe que mesmo quebrando tantas coisas e derrubando tantas outras, você jamais quebraria o mais importante: O seu coração.

 Alguém que veja que por detrás dessa pose de durona há alguém com um coração disposto a amar, mas que talvez depois de tantos tombos preferiu recuar. Alguém que seja companhia para as tempestades e não apenas quando o sol queira brilhar.

 Namore alguém que emocionalmente te ame sem precisar de maquiagem para ganhar elogios, sem precisar de roupas novas para reparar em você, alguém que veja a tua alma bonita e que saiba que você tem um coração enorme, disposto a transbordar.

 Alguém que não dependa da tua beleza, do teu charme, dos teus encantos e da tua inteligência, para te amar. Mesmo você sendo uma avalanche de coisas lindas, causando sentimentos que o desmonte por inteiro, mesmo que você desperte um sorriso apenas com o teu jeito de olhar. Namore alguém que veja além de um corpo, uma admiração e uma atração. Namore alguém que veja e seja amor. Que olhe para aquilo que está além do que os olhos possam ver: A nossa alma bonita.

 Namore alguém que emocionalmente te ame, mas que espiritualmente te fortaleça. Alguém que te incentive a ser melhor e que saiba o significado da palavra respeito. Alguém que olhe para você e veja ali a mais bela obra da criação, que veja o teu coração entregue a Deus e que deseje se achegar ao dele, antes de conquistá-lo.

 Namore alguém que te ame da forma mais bonita, alguém que te ame em oração. Alguém que emocionalmente ame o seu sapato colorido mesmo achando que ele não combina com aquele seu vestido azul. Alguém que deseje ser cuidado e cuidar, ser abraçado e abraçar. Que desperte o teu sorriso e que saiba segurar a tua mão quando tudo estiver indo mal. Alguém que queira orar com você e por você como quem deseja ter essa história escrita por Deus. Namore alguém que emocionalmente te ame como quem tem uma grande mulher ao seu lado, mas que espiritualmente te fortaleça, como quem deseja paz, como quem sabe que o autor da criação tem arquitetado planos maravilhosos para essa criação tal singular: Você!

 Fonte: http://www.asomadetodosafetos.com



 

A bailarina


DA BELEZA DOS ANJOS DA DANÇA.

 

Uma convidada



Uma convidada especial





 

Encontro com os amigos

 

O esplendor da flor

 

Como é o começo do amor, na relação com alguém, com as coisas, com as criaturas de Deus.

 O amor começa sendo gentil e sensual, e na medida em que dá passos seguidos e firmes para sentir, de vez, a doçura do coração de quem o acolhe com tal gentileza e sensualidade, cai no enlevo da alma que o deseja e do corpo que o enseja e nele, por ele e para ele, vive nessa sedução, inteira e desmedida emoção...

Amar, amar de verdade, é adentrar mar adentro, para viver todas as emoções de uma mar, ora de águas calmas e dengosas, ora de águas que açoitam as encostas, por onde passa, calmo ou em fúria, e até o que estiver no mais profundo esconderijo do seu âmago existencial...

O amor é um sentimento tão imprevisível, que chega, às vezes, a se comportar de forma inexplicável!

(jose valdir pereira)...

  



Deu nisso...

 DEU NISSO...

Eu te quis muitas vezes. ah, como eu te quis. Já foste minha maior paixão, meu maior desejo. Vivias impregnada em todos os meus pensamentos. meu olhar se perdia no horizonte à procura de ti, tendo, nos vultos que se perdiam na lonjura do meu alcance, a impressão que eras tu.

Já imaginaste, acordar pensando em mim, sentir meus beijos, o calor do meu corpo roçando o teu, e a murmurar palavras suaves e prazerosas para que eu te fizesse, no amor que me davas, chegar ao orgasmo múltiplo?

E quanto endeusamento, quanta veneração desfrutavas do meu coração, que eram traduzidos pelos gestos, palavras e oferendas. Já foste tão minha, nos meus sonhos, nos planos e nas ideias! Já foste tão feliz comigo na minha ingênua imaginação! Eu já te quis tanto! Ah, como eu te amei!

Agora, diante do tanto que já te amei, porque não te amei por ser teu amor e por seres minha, estou a medir o desperdício daquele amor tão puro, inocente e inconsequente.

Mas, sabe, até chego a pensar que o amor naquele tempo era tão imaturo...Um amar unilateral, dá nisso. Parecia do tipo platônico. Mas eu não sabia. Contigo eu dormia, contigo eu acordava, vivia todos os momentos. Parecia tão feliz! Os sonhos sonhados, incontáveis. E até o que acontecia, em nenhum caso de amor, tanto amor poder-se-ia ter vivido ou já haver acontecido.

Sim. Eu te quis muitas vezes. Mas agora, é inacreditável! Tudo não passa de reminiscências sem valor, lembranças que me fizeram entender, que o amor a ser despertado em nós por alguém, só acontece, se sentimos que está a acontecer o mesmo sentimento no outro.

- jose valdir pereira - 



segunda-feira, 10 de agosto de 2020



A melhor maneira de deixarmos bem claro que amamos alguém,
é assegurar esse gostar com todas as evidências possíveis e, o melhor: 
sermos constante nesse amor. 
É que, sobre esse gostar, não deve pairar nenhuma sombra de dúvidas."

(jose valdir pereira)



 

Não O vemos, mas...



NÃO O VEMOS, MAS...

Não O vemos, não O sentimos e não nos importamos com Sua presença em nosso coração, mas Ele está sempre ali, nos cativando, nos amando e nos abençoando.

 Se não fosse assim, já teríamos sucumbido. Somos dados aos desastres, ao soberbo, aos excessos, às facilidades, ao supérfluo, a desdenhar a vida...

 Às vezes, aprendemos cedo; às vezes, tarde; outras vezes, muito tarde...

 e algumas vezes, nem aprendemos!

 (jose valdir pereira)