domingo, 31 de julho de 2022

 

 

DICIONÁRIO DOS DESANUVIADOS

 

Silêncio, é quando ouço sua voz;

amar, é quando você me beija;

sorrir, é quando o pôr do sol, sumindo, aparece;
feliz, é um abraço;
triste, é quando você se despede;
ontem, é um amanhã que ficou pra trás;
agora, é querer estar contigo;
(...)
demora, é quando você não vem logo me amar;
gostar, é um amanhecer juntos, eu e você, todos dias;
sonhar, é não desistir do teu amor;
coisar, é fazer amor de qualquer jeito, sem hora e sem lugar;
desistir, é para os fracos;
viver, é coisa de gente forte;
desperdiçar, é esnobar;
orar é conversar com Deus; rezar, também...
fazer amor, é amar a Deus sobre todas as coisas;
engraçado, é nenê chupando limão;
(...)
eloquente, é aquele que ladra mas não morde;
prazer, é aquilo que você sente quando goza;
adeus, é tudo...de besta;
abraçar, é um bom começo;
olhar, é quando você diz tudo - e não entendem nada;
ajudar, é ter a oportunidade de ser feliz;
comer, é um ato agressivo - algo foi destruído em nome da sua fome;
cantar, é dizer: "tristeza, por favor vá embora...";
dar graças a Deus, é quando, por um fio, ou quando impossível, você consegue;
querer, não é poder, é... outra coisa - isso mesmo que você pensou;
a flor, é o amor materializado, eivado de perfume e beleza;
chorar, é quando você reconhece que é humano;
(...)
encontrar, é desencontrar-se; desapegar-se; tornar-se d´algo ou de alguém;
(...)
vazio, é estar cheio de nada, contudo (mas, porém) todavia;
beleza...só há quando você enxerga com os olhos do coração; e sente a essência;
(...)
ler, é fazer uma refeição cheia de palavras, frases, pensamentos, reflexões;
pensar, é quando você deixa de ser nada para ser alguma coisa, enfim;
medo, é quando você está fragilizado - o espírito está a esmo;
(...)

- jose valdir pereira -



 

Nenhum comentário: