amor

amor
Do amor divino. Do amor poético. Quando estamos guiados pelo amor de Deus, tudo encerra muita alegria e muita paz!

domingo, 11 de outubro de 2020

 

Tu vais sempre me ter te amando como a uma flor a amar o orvalho, que todas as manhãs ama e beija a mesma flor, com o mesmo amor e a mesma intensidade.

Tão bela e profícua tua amizade, que me dá flores pelo caminho que vou e afagos ao meu coração.

São tuas mãos, tão delicadas e amorosas, que me seguram quando, nem bem chego ao teu alcance, me confortam.

Teus lábios me dão a ver o mel que abelha nenhum sabe fazer e que os meus os quer beijar. 

Teu perfume tem a fragrância de todas as rosas do meu melhor jardim, do meu inacessível canteiro, que deixaste na proa dos navios navegantes dos mares por onde me amaste, para me lembrar do quanto és esmada.

Em momento algum, em flor alguma, vi reunidos tanta beleza, tanta ternura e tanto paz e tantos desejos e tantos sussurros de amor.

Nos teus braços, dentro do teu coração, nos teus beijos, no aconchego dos teus carinhos, eis onde está o meu paraíso, o melhor que da vida posso usufruir, desfrutar.

São para além da eternidade, tanta bondade, tanta entrega...

esses, todos os mares, 

essas, todas as flores, 

esse, todo esse amor...!"

 (jose valdir pereira)





Nenhum comentário:

Postar um comentário