amor

amor
Do amor divino. Do amor poético. Quando estamos guiados pelo amor de Deus, tudo encerra muita alegria e muita paz!

domingo, 4 de outubro de 2020

A frieza deles arde mais que ferro em brasa - geração perdida!

A FRIEZA DA JUVENTUDE COM A FAMÍLIA A QUE PERTENCE, com seus responsáveis, aqueles que os mantém e dos quais em tudo dependem para ter a vida que escolheram levar. 

Agora quero começar esta pequena reflexão com uma pequena pergunta: por que a juventude hodierna , nas suas redes sociais, pouco fala de suas famílias, do amor que tem para com seus pais, irmãos, avós, etc. Suas postagens, na maioria, constituídas de mensagens traduzindo suas ideias sem nenhum contexto de evolução ou conceituação evolutiva de suas ideias humanísticas, valores, virtudes e tendências intelectuais.

Postagens com seus pais, irmãos, demonstrando ambiente alegre e que ali existe a felicidade e todos se amam, e se dedicam, um ao outro, demonstrando o que cada um tem a ver com o outro, sorrisos indicando que ali está uma família feliz e unida.

Parece que podemos constatar que essa juventude de hoje é produto das ideologias veiculadas nas escolas nos últimos vinte anos, quando o poder, as políticas educacionais e culturais estiveram sob a égide da esquerda.

Uma juventude sem modos, sem educação, sem saber o que é respeitar  e ser respeitado, amar e ser amado, sem saber nada acerca dos valores, das virtudes, da amizade e do verdadeiro amor.

É um tipo de gente que vai levando, e sem se importar pra onde vai, chega aonde não imaginava e nem queria.

Enquanto os pais, os responsáveis, pois ainda são dependentes, passaram a viver o tempo todo apreensivos com o que pode acontecer com sua bendita prole. desde cedo, há aqueles que empinam o queixo e começam a dar as ordens aos pais. Os pais, uns despreparados, sem autoridade alguma para debelar a empáfia dos filhos, cedem ao jogo que eles, os filhos, sabem bem jogar.

Sinceramente, a família foi destruída, como igualmente o foram a escola e a igreja, que antes eram  instituições que ajudavam na educação das crianças e adolescentes, agora, sucumbidas, também, perante as influência das ideologias infiltradas.

É lamentável.mesmo. Você acessar qualquer uma dessas redes sociais e constatar que os jovens dão a entender que não tem família, nem pai, nem mãe, nem irmãos. Pra eles, só existem os amigos e quando muito, um cachorrinho ou outro animal de estimação.

- jose valdir pereira -







Nenhum comentário:

Postar um comentário