domingo, 12 de julho de 2020

Não deixar o passado causar estragos nos momentos de hoje...


Tudo em nós se regozija com a beleza que pode chegar ao nosso coração, quer seja através da imagem, das palavras ou dos gestos.

E tudo permanece gravado em nossa memória, no nosso coração. E passam a fazer parte das doces lembranças que armazenamos ao longo da nossa caminhada.

Uma flor, por exemplo, pode nos remeter a um passado que nos deu imensa alegria. Uma canção, sempre que ouvida, nos traz sublimes recordações, de um amor que não vingou ou de um momento que nos marcou, ou de alguém que insiste em permanecer no nosso coração, descompromissadamente, apesar desse coração já estar se dedicando a um outro alguém.

(...)
Mas é bom que não se deixe o passado sufocar o presente. Quanto ao amor, por exemplo, que não deixe as lembranças (momentos, fotos, filmes, histórias), comprometerem o equilíbrio do próximo momento da vida, que pode durar uma eternidade, se for respeitado e, de per si, vivido intensamente.

A vida, é dividida em momentos. Os longos, os médios, os pequenos...Que se possa viver cada momento, de forma intensa e imorredoura, indelével, aquele pelo qual devemos fazer de um por tudo para jamais acabar, mas, uma vez findado, que o momento seguinte seja pleno, único, incomparável, inimitável, um paraíso, e que o anterior não o atrapalhe, em nada.

- jose valdir pereira - 





Nenhum comentário:

Palavra do Senhor

  "Então disse; eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade. Tira o primeiro, para estabelecer o segundo"  Hb 10:9.   "...