sábado, 18 de julho de 2020

Dos mistérios da poesia

DOS MISTÉRIOS DA POESIA



“Perseguia todos os sinais para entender,
mas não encontrava o curso da compreensão,
e só a encontrei, quando soube me libertar do sentido etimológico,
para aceder ao figurado.


Não vais me entender na primeira leitura, nem a partir da nona.

Há até a possibilidade de nada entenderes.

A poesia é um enigma, um mistério, que não conseguimos desvendar, se dissermos o que queremos, entendem o que querem entender ao avesso, porque ninguém sabe ler igualmente, fica sem contexto, e os versos tomam o significado da mente de quem os vê."


(jose valdir pereira)





                                                                    Owen Gould

Nenhum comentário:

Palavra do Senhor

  "Então disse; eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade. Tira o primeiro, para estabelecer o segundo"  Hb 10:9.   "...