o poeta

o poeta
o poeta e sua mamãe

sábado, 5 de novembro de 2011

Sobe minha esperança...

SOBRE MINHA ESPERANÇA DE VIVERMOS NOSSO AMOR...


Não desespero dessa ausência tua,
do teu beijo e do teu amor,

porque,

o amanhã pode ser nosso e nós,
um do outro;

porque,

já está tudo preparado para teres o meu amor...
do jeito que imagino quereres;

tudo em mim te deseja:

meu corpo, meu coração,
minha alma e meus desejos me oferecem...

teu corpo e teus beijos de amor;
Não desespero dessa ausência tua...

porque...

sei que, mesmo assim, longe, eu de ti e tu de mim,
somos um do outro, hoje e sempre, meu grande amor!
(jose valdir pereira)


2 comentários: