o poeta

o poeta
o poeta e sua mamãe

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Em um momento de sonho



E estive em um momento de sonho te amando,
roçando meu corpo no teu
e beijando tua boca,
que, loucamente, me envolvia,
deixando-me embriagado,
enlouquecido em meio a essência que eras.


Meus lábios percorreram teu corpo
e sem pausa o amor se fez eterno e te amei.
...E quanto te amei.


E tudo assim ocorreu: suave e deliciosamente,
na relva encoberta de tantos desejos de nós dois,
surgiram beijos, abraços, cansaços, gemidos, sussurros...
(jose valdir pereira)








Nenhum comentário:

Postar um comentário