sábado, 8 de maio de 2021

Homenagem à mamãe

 

SALVE! EM BREVE, O DIA DAS MÃES - VAMOS LOUVAR NOSSAS MAMÃES
MAMÃE MUDOU-SE PARA O CÉU, EM ABRIL DE 2018.

Desde cedo, é bom que estejamos preparados para os momentos em que esses desígnios de Deus acontecem conosco. E quem nos põem a par que aqui na terra é apenas uma passagem, são nossos pais, os dogmas da religião católica, nossa formação filosófica e, às vezes, nossos mestres das escolas pelas quais passamos.

Aprendi muito cedo a me relacionar com a presença da morte em minha vida. Sou devoto de Santo Agostinho, o idealizador da revelação divina, um dos mais importantes teólogos e filósofos da Igreja Católica.

Sim, Santo Agostinho foi aquele que disse:
“A morte não é nada. Eu somente passei para o outro lado do Caminho. Eu sou eu, vocês são vocês. O que eu era para vocês,
eu continuarei sendo."

É claro que a presença da mamãe aqui comigo, corpo e alma, seria, o dia das mães, celebrado de outra maneira. Mas, não é sua ausência física que vai diminuir o amor, a alegria e a importância desta data, escolhida para que tudo, neste dia, se volta para que ela sinta o quanto é verdadeiramente amada, festejada, importante e louvada.
Como sempre fazia, eis, a seguir, seu poema, do seu filho poeta, que ela ama e sempre amou tanto.
 
ODE À MAMÃE

Hoje estavas nos meus sonhos, e foi tudo tão real,
tu me embalavas em teus braços, cantando canções de ninar.
adormecia em teus braços e na doçura do teu sorriso,
sonhava com o teu carinho, no teu maternal abrigo.
Já um pouco crescido, tuas mãos nas minhas,
outro tempo vivendo, no aconchego dos teus mimos,
Hoje tão independente, Mas sinto falta do teu amor,
se não estás presente, vejo-me quão carente sou.
Quero dizer-te nesta canção, que és tudo para mim,
em todos os momentos, do princípio ao fim.
Vou sempre agradecer, tua bondade e o teu amor,
mamãe comigo toda vida, na terra e aonde eu for.
 
- jose Valdir pereira -



 

Nenhum comentário:

Uma confissão

  Confesso que ainda não alcancei minha maturidade ideal e nem estou perto de atingir a perfeição que, incansavelmente, vivo a perseguir.....