domingo, 16 de maio de 2021

A colecionadora de sonhos

Sua mania de criar sonhos levou-a a fazer uma lista interminável de sonhos.
Ela, nem bem o dia amanhecia, já absorto pelos pensamentos que lhe invadiam a mente, se postava em frente à mira do seu ávido olhar, espiava além do horizonte que lhe aparecia bem longe, bem lá, além daquela serra, e começava a selecionar o sonho que lhe aprazeria naquele dia.

Sonho pra cá, sonho pra lá, em meio a tantos sonhos, os realizáveis a curto, a médio e em longo prazo, lá estava ela debruçada nos tantos sonhos que apareciam em sua mente.

O sonho simples desse dia, o realizável em curto prazo: ser feliz hoje.

No outro dia, tudo se repetia. Arrolava seus sonhos, mas sua escolha era sempre: ser feliz hoje.
E de tanto querer realizar seu sonho preferido, ela era feliz.

Hoje!

- jose valdir pereira - 




Nenhum comentário:

Uma confissão

  Confesso que ainda não alcancei minha maturidade ideal e nem estou perto de atingir a perfeição que, incansavelmente, vivo a perseguir.....