terça-feira, 2 de agosto de 2022

Um dia...

 

 
Um dia vais querer sentir-me, intensamente,
quando não for mais alcançável, nem em pensamentos.
Querer ver, quando já for impossível, até nas lembranças,
nossos momentos.
 
Tocar, quando formos inacessíveis, até nos pensamentos.
E teu coração não compreender a distância que ficou,
tuas mãos se estenderem, sem poder me tocar,
nem eu a ti, teus lábios afligirem-se pela ausência dos meus, que partiram.
 
E já não terás os braços que te acolheram,
nem o aconchego no tempo frio, a sofrer sem guarida,
nem os beijos de amor, no tempo sombrio, das noites sem vida.
Mas foi você que me desdenhou, que quis assim.
Porém, não deixei de ser teu e nem cogito em te esquecer.
Tu és meu grande amor e, um dia, ainda posso me entregar a ti.
Então, por fim, eu todo teu e tu toda minha, para sempre.
Um dia!
 
 
- jose valdir pereira -



 

Nenhum comentário: