sábado, 7 de janeiro de 2012

A poesia do poeta






A ARTE DE FAZER ARTE

Deus foi sempre um Pai bondoso, magnífico e atencioso.
Nunca me deixou faltar nada
esteve sempre ao meu lado e comigo no Seu coração.
O meu amor por Ele é infinito, puro e cheio de ternura e agradecimento
Obrigado, Deus, por tudo que me destes.
Por este presente maravilhoso, minhas amadas filhas.


Nenhum comentário: