amor

amor
Do amor divino. Do amor poético. Quando estamos guiados pelo amor de Deus, tudo encerra muita alegria e muita paz!

terça-feira, 15 de setembro de 2020

Pode ser que me ame

PODE SER QUE ME AME
Ela pensa que me ama.
Talvez. Vejamos.

Se diz que eu sou o homem mais lindo do mundo logo cedo, quando nem bem desperto, estando daquele jeito, pode ser que me ame.

Se aceita meu carinho a toda hora, meu abraço e as palavras de amor que chegam aos seus ouvidos a qualquer hora, ou quando as digo no olhar, pode ser que me ame.

Se deixa ser amada, quando estou com aquele tesão todo que ela sensualmente desperta, e o faz com prazer e gosto, pode ser que me ame.

Se gosta de ser abraçada por mim, por trás, como adoro fazer, quando ela está fazendo algum petisco na cozinha ou em outra ocasião qualquer, então, está certo.  Pode ser que me ame.

Se deixa que eu participe de sua vida, influenciando nos seus afazeres, dando palpites e opinando, permitindo que, às vezes, ajam o destaque de pontos negativos e não somente dos positivos, pode ser que me ame.

Se assistimos o mesmo filme comendo pipoca, o mesmo programa de televisão, passeamos no shopping juntos, viajamos, conhecemos lugares e desfrutamos das férias, um na companhia do outro, pode ser que me ame.

Se sentamos na sacada tomando aquele chopp ou um delicioso vinho, uma vez ou outra, até mesmo na companhia de uma pizza, pode ser que me ame.

Quando disser que não estou bem e logo me socorre, dizendo, carinhosamente: o que você tem, benzinho, meu amor?, pode ser que me ame.

Se gosta que eu lhe acorde com um beijo no rosto, dizendo: bom dia, minha princesa amada. Então, é claro que...Pois é! Pode ser que me ame.

Se cuida de mim e deixa que eu cuide dela, Tim Tim, por Tim tim, pode ser que me ame.

Se conhece meus gostos e os atende e deixa que eu conheça os seus e deixa-me satisfazê-la, sempre no todo, jamais em parte, pode ser que me ame.

Se no leito que nos acolhe, faz questão de que lhe abrace e faça os chamegos de amor que tanto os deseja, quer e os implora, sem nada dizer, pode ser que me ame.

Se não me acha um chato, mesmo sendo, mas nunca me qualifica como tal, pode ser que me ame.

Se não reclama de pronto, deixando pra tecer suas amáveis considerações depois, pode ser que me ame.

Se me faz o homem mais feliz do mundo e se acha a mulher mais feliz do mundo, pode ser que me ame.
(...)
Se não reclama dos meus defeitos e realça minhas qualidades, pode ser que me ame.

Se gosta de flores e as aceita sempre que as oferto-lhe, dizendo-me: que lindo, meu amor!


Pois é! Aí, tá!


Pode ser que me ame.


- jose valdir pereira -




- jose valdir pereira -


Nenhum comentário:

Postar um comentário