o poeta

o poeta
o poeta e sua mamãe

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013





Eles cantam,
ela encanta,
delas vem o perfume...
Ao ouvi-los tenho o lenitivo que me pede a alma...
ela, o alimento que sacia meu amor, meus desejos...que me seduz...e eu adoro que seja assim...
elas, me levam aos píncaros da vida, do céu...do meu viver...
Não consigo me imaginar longe e sem meus desejos, meus sonhos e meus pensamentos de paz, de amor e de viver como me foi dado pelo meu Criador...viver...
Cerco-me das dádivas de Deus que fazem bem ao meu coração.
(jose valdir pereira)





Nenhum comentário:

Postar um comentário